Frases russas explicadas: 'Queríamos o melhor, mas acabou como sempre'

Vitaliy Saveliev/Sputnik
Estas citações entraram para a história do país - e às vezes os próprios russos não sabem por quê. "Queríamos o melhor, mas acabou como sempre", disse o premiê Víktor Tchernomírdin em 1993 – e ninguém jamais esqueceu!

Víktor Tchernomírdin foi primeiro-ministro da Rússia entre 1993 e 1998, durante a presidência de Borís Iéltsin. Ele ganhou reputação por seus declarações polêmicas, e esta foi uma delas.

Em 6 de agosto de 1993, Tchernomírdin pronunciou a frase em uma coletiva de imprensa para explicar a malfadada reforma que devia impedir a circulação de cédulas da era soviética, que ainda valiam, junto com as novas que a Rússia emitiu depois de 1991.

Os russos foram informados de que deveriam trocar as notas antigas pelas novas, mas havia limites de valor para a troca, e última gota d’água ocorreu em 31 de dezembro de 1993.

Quem tinha guardado dinheiro soviético vivia um verdeiro pesadelo: não podia trocar muito dele antes de sua validade terminar e, assim, muitos russos viram suas economias desaparecerem da noite para o dia.

Em agosto, quando a troca tinha acabado de começar, já estava claro que haveria muitos problemas e que a reforma tinha sido mal planejada e ocorrida em uma péssima hora.

Apenas alguns sortudos que tinham economias escondidas em contas bancárias do Estado estavam a salvo. Para a maioria do povo, porém, tudo “acabou como sempre” – essas pessoas perderam a maior parte de suas economias. Era disso que falava Tchernomírdin quando declarou: "Queríamos o melhor, mas acabou como sempre" (em russo, "Хотели как лучше, а получилось как всегда").

LEIA TAMBÉM: 5 aforismos que são atribuídos erroneamente a russos famosos

Mas por que o governo não fez ajustes para que a reforma funcionasse para todos? Na realidade, o novo governo estava construindo um novo sistema monetário e não queria efetivamente que as pessoas que tivessem guardado muito dinheiro soviético em casa conseguissem trocá-lo todo pelas notas novas - isso alimentaria a inflação e pesaria sobre o mercado.

Assim, Tchernomírdin e seus colegas tiveram que tomar essas medidas extremamente impopulares, mas que buscavam salvar o Estado.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies