8 assuntos para NÃO puxar com russos

Nem sonhe em dizer que russos bebem demais!

Nem sonhe em dizer que russos bebem demais!

Vladimir Smirnov/TASS
Como naquele velho comercial de Havaianas em que o argentino fala das belezas brasileiras para depois partir para futebol e pobreza, toda nação tem assuntos de que não quer tratar com estrangeiros. Na Rússia esses pontos críticos certamente existem também, então tome nota!

1. ‘Por que você parece tão triste?’

“Essa é minha cara normal”, um russo típico responderia, contrariado. “Sorrir sem motivo é sinal de que você é tonto”, diz um velho ditado no país.

O que os ocidentais chamariam de pessimismo, os russos chamam de ponto de vista realista do mundo. Ele consideram uma virtude prever todas as possíveis consequências ruins de algo.

2. ‘Como você pode estar com frio? Você é russo!’

Não, nem todos os russos nasceram na Sibéria. Muitos, aliás, vêm da Rússia Central ou do sul do país, onde o clima é mais parecido com o europeu.

E, aliás, até aqueles que vêm da Sibéria, dos Urais ou do norte sabem muito bem que é preciso se vestir bem no inverno para evitar ficar doente.

Ao contrário do que se pensa, os russos não andam de shorts e Havaianas na neve!

3. ‘Beba mais, você é russo!’

“Você pensa que nós somos todos alcoólatras?”, é o que você provavelmente obterá como resposta. Parece que todos os russos odeiam comentários sobre seus hábitos de ingestão de álcool.

Na verdade, o alcoolismo costumava ser um problema grave na sociedade soviética. Hoje, porém, estatísticas mostram que os russos bebem menos, mas a bebida ainda é um problema grave para muita gente, mesmo que eles digam “saber quando parar” – quando obviamente eles não sabem.

Tenha cuidado com esse ponto, pois você poderá tocar em uma ferida aberta, ainda mais se eles tiverem bebido demais!

4. ‘E a Crimeia / política internacional / mísseis / hackers / exército russo na Síria?’

Aqui há duas saídas possíveis. Na primeira, você pegará um russo defendendo as medidas russas com unhas e dentes e não conseguirá entender racionalmente o interlocutor. A discussão poderá durar horas e levar a sérios desentendimentos – alguns russos tendem a levar as coisas muito para o lado pessoal

A outra possibilidade é a de que a pessoa em questão se sinta insultada por você percebê-la como a personificação da política externa russa.

“Crimeia, hackers, exército?! Eu não tenho nada a ver com eles!”.

Escolha seu interlocutor ou suas questões de maneira sábia!

5. ‘Suas estradas / economia / situação política são realmente ruins!’

Parece que muitos russos querem ser os únicos a criticar seu próprio país – o que é bastante compreensível.

Muitos vão falar mal das cosas terríveis que se passam por aqui até o ponto em que você concordar com eles, quando tudo desabará: “ O que você sabe sobre isso? Você nunca morou na Rússia, ou não por tempo o suficiente, de qualquer maneira!”

Como estrangeiro, você pode escutar... mas nem sempre concordar.

A maior parte dos russos são bem patrióticos no sentido de que despejar sua própria percepção pode magoá-los. Envolver-se em assuntos domésticos aqui também é um grande problema. Fique longe de confusão e não meta a colher!

6. ‘Você está criando seu filho do jeito errado!’

Este item é continuação do quinto. Os russos são bastante protetores como pais e do modo como foram criados.

Uma dor de cabeça comum a todas as jovens mamães é o conselho de jovens mães em clínicas, playgrounds etc.

Para saber sobre o assunto, dê uma espiada neste livro novo (disponível em inglês) “Maternidade a la russa” (tradução livre, original: “Motherhood, Russian style”) sobre as peculiaridades dos pais russas.

7. ‘As mulheres russas são tão lindas!’

Sim, os russos sabem disso. E é só um fato para eles. É normal. E, para ser honesto, a maior parte acha um saco que as pessoas tragam a tona esta obviedade. Por que não puxar um assunto mais original?

8. ‘A Rússia não ganhou a Segunda Guerra!’

Para concluir, este é o ponto final de qualquer conversa. Noventa e nove de cada 100 russos que se considerem ou não seres evoluídos politicamente vão entrar em uma discussão acalorada depois de ouvirem uma dessas.

Lembre-se que todos os anos o Dia da Vitória é celebrado, em 9 de maio, no país inteirinho, de cabo a rabo.

O fim da Segunda Guerra Mundial é visto como um triunfo irrevogável da União Soviética.

Então, não vá longe nesta discussão, porque você só perderá tempo – e até, talvez, um amigo russo. É melhor guardar esta na geladeira por uns 50 anos ou mais.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies