Bases militares soviéticas abandonadas; veja fotos

Livro do fotógrafo europeu Eric Lusito traz imagens que mais lembram um episódio da série “Lost” e ilustram a natureza finita da vida.
  1. 126º Regimento de Aviação de Caças, Mongólia

Esta foto da série “Vestígios do Império Soviético” mostra uma antiga base aérea soviética localizada na Mongólia. Ela foi construída nos anos 1970 em uma zona que era considerada como possível linha de frente no caso de um conflito com a China. Na época, Moscou e Pequim não eram aliados.

  1. 41ª Divisão de Artilharia Motorizada, Mongólia

Monumento aos soldados da Grande Guerra Patriótica. No passado, esta área da divisão de artilharia motorizada foi usada para realizar desfiles militares.

  1. 677º Regimento de Artilharia, Mongólia

Esta base militar ficava localizada perto da fronteira norte do deserto de Gobi. Também foi projetada para neutralizar uma possível ameaça chinesa.

  1. 2ª Divisão de Tanques de Guarda, Mongólia

Na era soviética, muitos militares e suas famílias viviam em torno da cidade de Choibalsan, na Mongólia. Sua população era de mais de 300 mil habitantes. Hoje, apenas 39 mil pessoas moram lá.

  1. Sede do Grupo Central das Forças, República Tcheca

Milovice, na atual República Tcheca, era a sede do Grupo Central das Forças. Estima-se que o exército soviético tenha alocado até 100 mil soldados (e os membros de suas famílias) em Milovice entre 1984 e 1988.

  1. 129º Centro Independente de Radar de Detecção, Letônia

Esta estação era responsável pela detecção de mísseis balísticos que pudessem chegar do oeste. O slogan na parede diz: "A vitória começa aqui!".

  1. 44º Complexo Independente de Comando e Medição, Cazaquistão

Esta estrutura foi construída na década de 1950 para rastrear satélites e se tornou uma das mais sofisticadas bases soviéticas para observação espacial, com instalações de controle de satélites e vigilância espacial.

  1. 649º Centro Independente de Inteligência Radiofônica de Objetos Espaciais, Letônia

As bases militares soviéticas no exterior costumavam ser povoados isolados, localizados em áreas restritas.

  1. Unidade militar 93544 da KGB, Rússia

Nas palavras de Francis Conte, professor de cultura russa e soviética na Universidade de Paris-Sorbonne, "Tanto na Rússia, quanto em outros lugares, as ruínas são uma expressão das profundas mudanças na história".

  1. "Eu sirvo à União Soviética"
  1. “Os oficiais soviéticos são filhos devotos do povo”

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies