Primeiro Mc Donald’s russo teve filas quilométricas até com estrela de Velozes e Furiosos

Última quinta-feira (31) marcou os 29 anos da primeira loja da rede de fast-food no país. Na atualidade, é difícil acreditar que milhares de pessoas estejam dispostas a ficar de pé no frio por horas a fio apenas por um Big Mac. Mas, quando o primeiro McDonald's chegou a Moscou, no ano de 1990, a cidade enlouqueceu – e até Jason Statham esperou que lhe perguntassem se aceitava uma tortinha de sugestão de sobremesa.

O primeiro McDonald's foi inaugurado na União Soviética em 31 de janeiro de 1990. Milhares de moscovitas se reuniram na nova lanchonete, formando filas de quilômetros de comprimento no centro de Moscou, na Praça Púchkinskaia.

O primeiro McDonald's da capital russa bateu o recorde de clientes da rede já no primeiro dia de funcionamento, atendendo a mais de 30.000 fominhas. O recorde anterior, da filial de Budapeste do McDonald's, era de 9.100 clientes.

A multidão era tão grande que foram enviados policiais para controlar os ânimos, algo muito parecido com o que ocorre em partidas de futebol.

Conseguir um emprego no McDonald's soviético não era fácil. Assim, os primeiros funcionários foram a nata da juventude soviética: estudantes de universidades de prestígio que falavam línguas estrangeiras e eram brilhantes no atendimento aos clientes. Essa nova força de trabalho representava um forte contraste com os funcionários do setor de serviços soviético típico: gente desdenhosa, carrancuda e fria.

Os soviéticos estavam tão acostumados a um serviço grosseiro que, quando se deparavam com jovens educados e sorrisos radiantes, ficavam completamente chocados. Na verdade, os clientes se sentiam tão desconfortáveis ​​com esse sorridente serviço, que a chefia do McDonald's pediu aos funcionários que sorrissem menos!

Para o cidadão soviético comum vivendo a Perestroika, o McDonald's oferecia um vislumbre de como era a vida (e uma passadina no restaurante) fora da Cortina de Ferro. O povo da URSS ouvia muito sobre a cultura ocidental sem poder se aproximar dela, por isso os cidadãos soviéticos ficaram loucos quando o enorme M amarelo da rede de fast-food chegou a Moscou.

Os hambúrgueres causaram um enorme furor na União Soviética, já que as pessoas tinham uma dieta bastante restrita em comparação ao Ocidente. Os russos chegavam a levar até as embalagens descartáveis ​​de comida do McDonald's para casa como lembrança, ou mesmo para serem reutilizadas.

Mas o McDonald's não era nada barato naqueles tempos. Um Big Mac custava o equivalente a um passe mensal de ônibus ou metrô.

Em uma das longas filas de comilões do lado de fora do restaurante, encontrava-se um jovem britânico, então desconhecido. Era Jason Statham, a estrela de Velozes e Furiosos. Ele tinha ido a Moscou para uma competição pela equipe nacional de mergulho da Grã-Bretanha e não quis perder a chance de ficar naquela filinha histórica.

A badalação da abertura do primeiro McDonald's na Rússia foi duradoura. Em 1991 e 1992, ainda podiam ser avistadas longas filas na frente do restaurante e as pessoas tinham que esperar horas para entrar. A multidão do lado de fora da filial de Moscou acabou diminuindo um pouco a partir de 31 de janeiro de 1990, quando outros McDonald's foram inaugurados na Rússia.

A inauguração dos restaurantes do McDonald's seguintes também foram considerados grandes momentos históricos. A cerimônia de abertura do segundo restaurante, em 1993, contou até com a presença do presidente Borís Iéltsin.

LEIA TAMBÉM: 10 coisas que qualquer brasileiro ou russo que cresceu nos anos 90 tem saudade

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies