Como as cidades russas estão decoradas para o Natal e o Ano Novo

Konstantin Kokóchkin/Global Look Press
Moscou, São Petersburgo, Kazan e Krasnodar, entre muitas outras cidades da Rússia, estão literalmente brilhando com luzes de Natal. Confira abaixo algumas dessas iluminações grandiosas.

Moscou

Decoração de Ano Novo na Praça Manejnaia, em frente ao Museu Histórico:

Instalação em frente ao Teatro Bolshoi:

Brilho da loja de departamentos GUM na Praça Vermelha:

Novi Arbat, uma das ruas centrais de Moscou, e sua árvore de Ano novo:

Terminal Fluvial Norte, que reabriu em setembro de 2020 após longa restauração:

Colina Poklónnaia com sua enorme bola brilhante:

No parque da área residencial de Rostokino, em Moscou, os visitantes são recebidos com uma família de ursos polares gigantes:    

Parque Zariadie, ao lado do Kremlin:

Loja de departamentos TSUM, perto do Bolshoi, mais parece uma enorme caixa de presente:

Árvore luminosa na famosa Praça Lubianka:

São Petersburgo 

Presépio na Catedral de Kazan:

Principal árvore de Natal na Praça do Palácio:

Feira na Praça Manege:

Instalação na Rua Bolchaia Morskaia:

Decoração festiva no Malaia Sadovaia parece uma grande onda:

Principal via de São Petersburgo, a avenida Nevski está reluzente:

Guelendjik

Esta cidade-balneário à beira do Mar Negro instalou uma árvore de Ano Novo com vistas épicas das montanhas do Cáucaso ao fundo:

Krasnodar

Parque na cidade de Krasnodar, no sul da Rússia, está pronto para a chegada de 2021:

Belgorod

Praça da Catedral, no sudoeste da cidade de Belgorod:

Iakutsk

A capital da Iakútia, a região mais fria da Rússia, tem uma das mais belas árvores de Natal do país:

Salekhard

Cidade do Círculo Polar Ártico decidiu não apenas decorar as ruas, mas também seu monumento aos mamutes:

Samara

A maior fonte luminosa da Europa está decorada para o Ano Novo perto da margem do rio Volga em Samara:

Kazan

Kremlin de Kazan, com a mesquita Qol Sharif vista ao fundo:

LEIA TAMBÉM: Como os russos planejam comemorar o Ano Novo em meio à pandemia

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies