Moscou inicia campanha de vacinação contra coronavírus neste sábado (5)

Reuters
Cadastro on-line foi aberto nesta sexta-feira (4). Imunizante estará disponível em 70 postos de vacinação da capital russa já neste fim de semana, porém com restrições.

Moscou vai começar a vacinar grupos de risco contra o coronavírus neste fim de semana, anunciou o prefeito Serguêi Sobiânin. O cadastro eletrônico para vacinação foi lançado nesta sexta (4), com agendamentos a partir de amanhã.

“Em primeiro lugar, (…) estamos inoculando os grandes grupos de risco. São as pessoas que, devido ao seu trabalho, têm que interagir mais com um grande número de pessoas. São funcionários da prefeitura, de instituições médicas federais e privadas, funcionários de instituições educacionais e funcionários públicos da cidade. Observem que não apenas médicos e professores podem receber a vacina”, disse a vice-prefeita de Moscou, Anastassia Rákova, citada em nota oficial.

Os voluntários receberão a Sputnik V, uma das duas vacinas fabricadas na Rússia que já receberam aprovação regulatória no país, embora os ensaios clínicos ainda não tenham sido concluídos. No entanto, a Sputnik V, que requer duas doses, mostrou-se mais de 95% eficaz após 42 dias da aplicação, segundo análise recente.

Desde que o cadastro foi aberto, calcula-se que professores, médicos e assistentes sociais estejam se inscrevendo a uma taxa de 1.000 por hora para a campanha de vacinação contra o coronavírus da cidade. Ao todo, haverá 70 postos de vacinação.

Embora qualquer residente em Moscou com uma conta on-line possa fazer o agendamento, os interessados devem apresentar comprovante de profissão. Para outros moradores da cidade, a vacinação gratuita estará disponível em breve.

Além disso, à medida que mais vacinas forem recebidas pelas instituições, a lista de categorias elegíveis para a inoculação deverá ser ampliada.

As inscrições seguirão abertas com duas semanas de antecedência no portal da Prefeitura de Moscou. Os postos de vacinação funcionarão diariamente das 8h00 às 20h00.

A Rússia confirmou 27.403 infeções pelo coronavírus e 569 mortes ao longo das últimas 24 horas. No total, o país registrou 2.402.949 casos de coronavírus e 42.176 mortes devido a complicações da covid-19 desde o início da pandemia.

LEIA TAMBÉM: Vacina russa Sputnik V terá preço “bem mais baixo” que as da Pfizer e Moderna

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies