Rússia ultrapassa 2 milhões de casos de coronavírus e bate novos recordes diários

Tratamento de covid-19 em hospital de campanha em Moscou

Tratamento de covid-19 em hospital de campanha em Moscou

Reuters
Nas últimas 24 horas foram registradas 23.610 novas infecções.

O número de pessoas que testaram positivo para coronavírus na Rússia nas últimas 24 horas representa um novo recorde– 23.610, novos casos, de acordo com informações divulgadas centro de crise anticoronavírus nesta quinta (19). Com isso, o número total de infectados desde o início da pandemia aumentou para 2.015.608.

Em termos relativos, o crescimento atingiu uma taxa de 1,2%.

Em Moscou, a cidade russa com maior número de casos, foram detectadas 6.438 infecções pelo coronavírus (contra 4.174 no dia anterior). No total, segundo o centro, 533.068 pessoas foram infectadas na capital russa.

Em seguida, o maior número de infecções foi registrado em São Petersburgo (2.312), e nas regiões de Moscou (880), Níjni Novgorod (441), Sverdlovsk (369), Arkhanguelsk (334) e Krasnoiarsk (333).

LEIA TAMBÉM: Putin destaca “eficácia e segurança” de vacina russa durante Cúpula do Brics

No entanto, o número dos chamados casos ativos, ou seja, pacientes de covid-19 que estão em tratamento no momento, diminuiu na Rússia pelo terceiro dia consecutivo. O último relatório indica 454.102 casos ativos, ou 22,5% do total de infectados.

Mortos e recuperados

Nas últimas 24 horas, 25.573 pacientes que receberam alta após tratamento de covid-19 na Rússia, o maior número diário desde o início da pandemia. De acordo com as estatísticas, 1.526.656 pessoas se curaram da doença. É o segundo dia em que o número de pessoas curadas excede o número de novas infecções. Segundo o centro, a proporção de recuperados aumentou para 75,7% do total de infectados.

Também com maior aumento diário, o número de mortes por coronavírus na Rússia cresceu para 463 contra 456 no dia anterior. Um total de 34.850 pacientes de covid-19 morreram desde o início da pandemia. Até o momento, a mortalidade da doença na Rússia permanece em 1,73%, segundo dados do centro de crise anticoronavírus.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies