O lado oculto do metrô de Moscou (FOTOS)

Cortesia do Museu de Moscou
Há um mundo inteiro no metrô de Moscou para além dos limites dos olhares curiosos – e é justamente a parte secreta que este projeto fotográfico revela.

O metrô de Moscou não é apenas o meio de transporte mais conveniente na capital russa, é também o maior museu subterrâneo do mundo. Mas existem muitos lugares onde a entrada não é autorizada para visitantes.

Em homenagem ao 85º aniversário do sistema, seus operadores decidiram enfim permitir a entrada de estranhos: ao longo de vários meses, os artistas do coletivo de arte Sezon (Temporada) e os curadores do Museu de Moscou puderam explorar esse reino subterrâneo oculto, incluindo depósitos, subestações e oficinas de reparo.

O projeto oferece uma visão realista da “parte inferior do metrô” e uma série de fotos de Anna Skrzhinskaya capturando a face humana desta “cidade subterrânea”. 

A exposição “The Underside of the Metro” (A Face Inferior do Metrô) segue em cartaz no Centro Gilyarovsky, em Moscou, até 8 de novembro de 2020.

VEJA TAMBÉM: Por que a URSS construía estações de metrô dentro de edifícios residenciais?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies