A única estação de trem construtivista da Rússia (FOTOS)

Andrei Safonov/Visitivanovo.ru
Ela acaba de ser reformada e ganhou nova vida, mesmo preservando suas raízes históricas.

Na década de 1930, uma estação ferroviária construtivista surgiu na cidade russa de Ivánovo (300 quilômetros a nordeste de Moscou). Ela é conhecida como a única grande estação ferroviária construída neste estilo arquitetônico.

A arquitetura construtivista enfatiza a natureza utilitária dos edifícios: cada elemento do conjunto deve servir a um propósito. Mas, após várias reconstruções, a antiga estação de Ivánovo perdeu a aparência genuína. As janelas originais foram alteradas, novas colunas surgiram e o grande salão foi dividido em duas salas menores e separadas.

O prédio antigo era sem graça e estava em mau estado. Mas, em 2018, historiadores e arquitetos uniram forças para recriar o visual original do edifício, conferindo-lhe um novo ar e modernizando-o. O projeto final reuniu as ideias construtivistas originais dos primeiros arquitetos do edifício com soluções e tendências arquitetônicas modernas.

Por exemplo, os arquitetos alocaram mais espaço para os pedestres na frente do prédio em detrimento do tamanho da entrada. Além disso, a estação de trem foi redesenhada e conta com rampas adequadas para o acesso de cadeirantes e uma entrada mais conveniente.

A fachada do prédio também passou por uma grande reforma. Apesar de ter conservado seu aspecto construtivista original, ela tem uma aparência mais moderna em comparação com o a do passado.

Os arquitetos também trocaram as cadeiras da sala principal por bancos, uma solução original utilizada na altura da construção.

No hall principal, as colunas foram decoradas com padrões distintivos e o desenho do piso também foi renovado.

Agora, há na sala também um tear decorativo - o símbolo da cidade, conhecida por sua produção têxtil.

Os afrescos soviéticos foram restaurados para retomarem a aparência original - inclusive a foice e o martelo, famoso símbolo soviético que representa a solidariedade camponesa e proletária. Embora o símbolo não seja mais usado na Rússia moderna como emblema estatal, os arquitetos decidiram deixá-lo como estava para manter a autenticidade da estação.

VEJA TAMBÉM: Fotos revelam interior das icônicas Sete Irmãs de Moscou

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies