Os 5 jogos russos mais selvagens com bebidas alcoólicas

Divirta-se, mas não abuse do álcool!

Divirta-se, mas não abuse do álcool!

Getty Images, Pixabay, Russia Beyond
Você pode até tentar algum deles em casa, mas tenha cuidado. Cuidado DE VERDADE! E espere o fim da quarentena! #fiqueemcasa!

1. Gire a garrafa

A versão russa do jogo de girar a garrafa é simples e selvagem. Os jogadores abrem uma roda e uma garrafa de bebida alcoólica é colocada no centro. O primeiro jogador gira a garrafa e quem for apontado por ela tem que virar uma dose e passa a girar a garrafa. Repita até que vocês estejam todos sentados a bordo de um avião sem se lembrar de ter comprar os passagens ou para onde estão indo.

2. Escadas

A versão russa do jogo de girar a garrafa é simples e selvagem. Os jogadores abrem uma roda e uma garrafa de bebida alcoólica é colocada no centro. O primeiro jogador gira a garrafa e quem for apontado por ela tem que virar uma dose e passa a girar a garrafa. Repita até que vocês estejam todos sentados a bordo de um avião sem se lembrar de ter comprar os passagens ou para onde estão indo.

3. Xadrez-alcoólico e dama- alcoólica

Para vencer este jogo, é preciso ter forte resistência ao álcool e forte intelecto. O jogo é um xadrez normal, mas tem um bônus: depois de qualquer movimento, é preciso beber 25 gramas de vodca. Uma bebida mais fraca ou antepasto é opcional e pode ser usado para marcar o café com leite: por exemplo, o jogador mais forte não usa bebidas mais fracas, mas jogador mais fraco, sim.

As mesmas regras se aplicam ao jogo de damas, com uma pequena diferença: são ingeridas 25 gramas não para cada jogada, mas para cada captura. Assim, a bebida consumida durante cada jogo não pode exceder um máximo de 300 gramas.

O vencedor é quem ganhar o jogo de tabuleiro - ou quem ainda conseguir fazer alguma jogada!

4. Roleta russa com vira-vira

Para este jogo são necessários de três copos de shot, dois deles cheios com dois tipos de bebidas destiladas fortes da mesma cor (por exemplo, vodca e cachaça) e o terceiro com água. (Se você não tiver duas bebidas alcoólicas da mesma cor, use duas doses da mesma). É importante que haja a mesma quantidade de líquido em cada dose e que elas tenham a mesma temperatura (os copos com líquidos frios embaçam do lado de fora).

O operador embaralha as doses e o jogador deve escolher qual das doses ele beberá e qual virará imediatamente. O jogador não deve examinar ou cheirar as doses. O objetivo do jogo é ser o último homem de pé (sentado, deitado... ou com pulso). O que é muito difícil, quando você se vira água com vodca - ou, pior ainda, vodca com cachaça ou gin.

5. O urso chegou!

Este é um jogo para um grupo grande e que provavelmente beba muito – como podemos imaginar os estudantes de algumas universidades técnicas soviéticas ou de uma equipe de campo geológica em uma exploração de seis meses.

Todos os participantes devem colocar uma nota de dinheiro baixa na mesa na mesa. Depois que todos tomarem uma dose, o anfitrião diz: "O urso chegou!", sinal dado para que todos rastejem para debaixo da mesa. Depois de um tempo, o anfitrião anuncia que o urso saiu, todos saem de debaixo da mesa, tomam outra dose e colocam outra nota em cima da anterior.

O " urso" volta a visitar o local repetidas vezes, até que haja só um último beberrão saindo de debaixo da mesa: ele é o vencedor que ficará com todo o dinheiro – e provavelmente terá que gastar uma boa parte dele em remédios para ressaca no dia seguinte.

Beba com responsabilidade. Beber em excesso pode levar a graves danos à saúde e até à morte.

Importante: Use copos individuais para beber. O álcool NÃO é antídoto para coronavírus ou qualquer outro. #fiqueemcasa

LEIA TAMBÉM: Tuiteiro listou 20 sinônimos para ‘encher a cara’ em russo... mas a lista é infinita!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies