Tuiteiro listou 20 sinônimos para ‘encher a cara’ em russo... mas a lista é infinita!

Getty Images
Será que isto quer dizer algo sobre os costumes russos quanto ao álcool?

Por que alguém tentaria listar as palavras que descrevem “ficar bêbado”? Talvez o autor não estivesse totalmente sóbrio...

Ao invés de refletir sobre isso, vamos direto ao ponto: eis 20 maneiras para dizer "embebedar-se" em russo, cada uma com sua própria descrição detalhada. Faça um bom uso disto tudo!

1. Bukhát

Bukhát deve ser, provavelmente, a palavra mais disseminada para “embebedar-se”. Segundo Sláva Malamud (@SlavaMalamud) explica em sua conta do Twitter, “significa beber com o propósito resoluto e expresso de ficar bêbado, algo conhecido como ‘a história da Rússia’”. Se é ele quem diz...

2. Priniát

“O oposto de ‘bukhát’ é ‘priniát’”, explica ele. A palavra em português significa “tomar” (como “tomar remédio”). “Isso significa tomar uma rápida só para ficar um pouco tonto, deixando a pessoa bem-resolvida para enfrentar a tortura diária da vida russa ou reprimir o latejar da alma russa".

Twitter Ads info and privacy

3. Propustít

"Propustít" ("deixar passar") é quase sinônimo de "priniát", mas tem “uma atitude mais despreocupada, em que a pessoa não fica embriagada por necessidade (porque, ôe, é a Rússia!), mas por diversão e não por hábito estabelecido”. Segundo Slava, o "propustít" é sempre feito em boa companhia!

4. Nakatít

"Nakatít" ("rolar") seria algo semelhante, na medida em que também significa tomar uma bebida rápido ao invés de uma atividade prolongada, “mas está em uma categoria de peso um pouco mais pesada”, segundo Sláva. “Quando alguém está fazendo a arte do "nakatít", a dose pode ser maior e os resultados, mais perceptíveis. É o ‘priniát’ para machos”, diz.

5. Najrátsia

"Najrátsia" é o equivalente a "encher a cara", mas sempre significa "ficar bêbado de uma maneira desleixada e indigna", diz Sláva. Quando uma pessoa é mestra na arte do “najrátsia”, ela não pode, de maneira alguma, ser considerada um membro respeitável da comunidade beberrona.

6. Nabrátsia

"Nabrátsia" (literalmente, "encher-se" – de bebida, claro) soa e significa quase o mesmo, mas não é tão zombeteiro e pode implicar uma condição menos revoltada ou um status social mais elevado do bebum a quem se refere. “Não se espera que um homem russo passe pela vida sem pelo menos um episódio de ‘nabratsia’”, diz Sláva.

7. Nalizátsia

"Nalizátsia" (literalmente, "lamber o recheio") tem um significado muito específico, segundo Sláva, que é "chegar à porta bêbado de maneira embaraçosa tarde da noite para o desânimo da mulher, extremamente zangada", já que a palavra é usada quase exclusivamente por esposas que, dá cama, gritam: "Nalizálsia [passado do verbo] de novo?".

8. Kvásit

"Kvásit" ("fermentar-se") é semelhante ao "bukhát", mas é algo mais descolado. “Os objetivos do coletivo são os mesmos, mas as massas talvez estejam se aproximando da tarefa com um pouco mais de bom humor quando elas optam pelo ‘kvásit’”, explica Sláva.

9. Naglúkatsia

"Nagliákatsia" ("entrar em estado de alucinação") é, de novo, coisa de “bêbado indigno”. “Como a palavra sugere, o verbo envolve delírio, conversar com amigos imaginários, fazer autocrítica diante dos camaradas e engajar-se em provas de força”, diz Sláva.

10. Zalít glazá

"Zalít glazá" ("encher os olhos") é uma frase clássica que remonta aos tempos tsaristas. As pessoas que querem se sentir mais e modernas podem substituir "glazá" por "zénki", um termo mais esquisito. “Em ambos os casos, significa entrar em um estado em que você não reconhece as pessoas”, segundo Sláva.

11. Zalojít za vorotnik

"Zalojít za vorotnik" ("encher debaixo da gola") é também coisa do século 19 e, com certeza, aristocrática, segundo Sláva. Significa que um guardanapo será depositado debaixo da camisa antes de se iniciar a bebedeira em si. “Um pouco de respeito próprio é importante para a pátria”, zomba o tuiteiro.

12. Priniát na grud

“Aguentar no peito” é uma frase que mostra apropriadamente o ato de beber na Rússia como um trabalho duro e necessário, em vez da busca de prazer, diz Sláva. Como diz o velho ditado, "beber não é esporte, é preciso muita saúde para fazê-lo".

13. Vrézat

“‘Vrézat’ é um termo particularmente agressivo que deriva tanto da palavra ‘cortar’ quanto da gíria ‘dar um socos bem no meio da cara’. Significa a ingestão rápida e proposital de uma grande dose, independentemente das circunstâncias e consequências”, explica Sláva.

14. Razdavít

"Razdavít" ("beber uma garrafa inteira de destilado") só pode ser usado com uma garrafa inteira de destilado. Não se pode dizer que alguém deu um "razdavít" em um copo ou uma garrafa de cerveja. “Está mais para o triunfo decisivo de nossas forças gloriosas sobre as probabilidades impossíveis”, explica Sláva.

15. Vzdrógnut

“‘Vzdrógnut’ (estremecer) é um termo mais esotérico, que geralmente significa tomar uma bebida em uma ocasião específica que tradicionalmente exige uma (despedir-se de um amigo, receber um vizinho ou... sei lá... somente porque é terça-feira?)”, escreve Sláva.

16. Tiápnut

"Tiápnut" ("bater") e "deriábnut" ("tomar") têm o mesmo significado básico de "vrézat" como “ação rápida, decisiva e nobre, mas ambas soam mais amigáveis e menos agressivas”, segundo Sláva. Outra vez, é uma atitude bem humorada em relação à ideia de ficar muito bêbado.

17. Ostográmmitsia

 “‘Ostográmmitsia’ é um verdadeiro triunfo do russo literário, pois significa, literalmente, ‘ungir-se com (ou ‘tirar proveito de’) 100 gramas”, explica Sláva. Ao usar esta frase a pessoa deixa claro que está em um ritual sagrado de russo, e não em um vício desleixado.

18. Khriúknut

“No oposto extremo da respeitabilidade está o ‘khriúknut’ que significa, literalmente, ‘fazer oinc’”, explica Sláva. É óbvio que uma pessoa que faz isso não consegue segurar a bebida no corpo. Que vergonha, camarada!

19. Obmít

O termo "obmít" ("lavar ") tem um significado extremamente específico. “Significa ter uma bebida ritualística para celebrar uma grande compra, dando mais sorte para a compra e tornando-a mais durável", diz Sláva. Geralmente reservado para carros, o verbo não carrega nenhuma ironia.

20. Uití v zapoi

“‘Uití v zapoi’, é uma frase que significa literalmente ‘ir para o vórtice da bebida’ e tem conotação escapista e mórbida ao mesmo tempo”, explica Sláva. A palavra "zapoi" é frequentemente traduzida como "compulsão", mas isto não está totalmente correto.

Um verdadeiro “zapoi” é o consumo contínuo durante um período de vários dias ou, muitas vezes, semanas e até meses. O zapoi é quando um alcoólatra sai da linha, mas também significa um estado contínuo e ininterrupto de estar bêbado sem outras atividades intermediárias.

"Ele está em no zapoi" é, às vezes, considerada um bom motivo para não ir ao trabalho na Rússia. As pessoas que entram e saem dos “zapoi” frequentemente bebem muito pouco ou nada entre um “zapoi” e outro. As pessoas se referem a elas como “os bêbados zapoini”.

LEIA TAMBÉM:Você nunca adivinhará as misturas improváveis que os bebuns soviéticos eram capazes de ingerir!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies