Com novas regras, shoppings e parques de Moscou reabrem após 65 dias de bloqueio

Vladimir Pesnya/Sputnik
Cabines de desinfecção de corpo inteiro para os clientes e uso obrigatório de máscaras e luvas são algumas das medidas que vêm sendo tomadas na capital russa.

Na última segunda-feira (1º), Moscou começou a relaxar as medidas de quarentena impostas em 28 de março devido à pandemia do novo coronavírus. Shopping centers, showrooms de carros, igrejas e parques enfim reabriram 65 dias depois, mas os moscovitas só podem circular nesses ambientes se respeitarem uma série de regras.

Centro comercial GUM, no centro de Moscou

Na mesma data, que marca o início do verão russo, Moscou registrou chuva forte e ventos frios. Mas nem isso desestimulou muitos moradores da capital a deixar suas casas após mais de dois meses de confinamento.

Vorobióvi Góri (Colina das Andorinhas)

Todos os parques da cidade estão agora abertos, exceto o Zariadie, nos arredores do Kremlin. Os visitantes podem circular normalmente por eles, desde que usem máscaras. Além disso, também é necessário usar luvas no transporte público ou em supermercados e farmácias. A multa para quem estiver na rua sem máscara é de 4.000 rublos (US$ 60) e para quem não usá-la (assim como luvas) no transporte público é de 5.000 (US$ 70).

Parque Górki

Pessoas que quiserem correr ou se exercitar nas ruas e parques também devem usar máscara. No entanto, a infraestrutura esportiva em áreas externas permanece fechada – o que também inclui parques de diversões, parques infantis e até bancos de praças e de parques. Os cafés e restaurantes seguem funcionando apenas para delivery e viagem.

Catedral de Cristo Salvador

Apesar da liberação, os moscovitas que quiserem passear nos parques e ruas também deverão seguir outras regras de 1º a 14 de junho: não podem circular a mais de 2 quilômetros de casa e apenas três vezes por semana (duas vezes durante dias úteis e uma vez no fim de semana) e somente nos horários permitidos e divulgados no site da Prefeitura de Moscou, das 9h às 21h. Igrejas e cerimônias religiosas já foram liberadas.

Concessonária de carros

Para caminhar em locais mais distantes, os moradores de Moscou têm que receber uma permissão QR digital (e não mais que duas vezes por semana). A ida a mercados e farmácias perto de casa é irrestrita. Idosos com mais de 65 anos de idade, indivíduos que testaram positivo para o novo coronavírus e pessoas que estão sob observação devem permanecer em casa. O aluguel de bicicletas foi novamente permitido, mas a Prefeitura alerta para os clientes desinfetarem os veículos antes e depois de usá-los.

Metrô de Moscou em 1º de junho

Desde 1º de junho, mais de 200.000 pessoas em Moscou foram autorizadas a voltar ao local de trabalho. Com isso, o metrô da capital voltou a ficar lotado.

Nova realidade de compras em Moscou

As lojas de roupas e informática também foram reabertas. Mas, segundo as novas regras, clientes e funcionários devem estar sempre com máscaras e luvas. Também foram instaladas várias placas lembrando que as pessoas devem manter distanciamento social.

Cabines de desinfecção na entrada do shopping Evropeiski (Europeu)

Alguns shopping centers, no entanto, reforçaram ainda mais as medidas de proteção e só estão recebendo visitantes depois de passarem por uma cabine de desinfecção na entrada.

Cabines de desinfecção para clientes

Ao passar pela cabine, a pessoa recebe um vapor com produtos de desinfecção no corpo todo.

Loja de material de construção na cidade de Mitischi, nos arredores de Moscou

Na região metropolitana de Moscou, as lojas de ferragens e hipermercados foram reabertos; salões de cabeleireiro e manicures serão os próximos. No entanto, chegar e partir de Moscou só é possível com uma permissão oficial.

LEIA TAMBÉM: Turistas poderão viajar para a Rússia em 2020? Confira previsões e regras

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies