Salários de 40% dos russos diminuíram durante a pandemia

www.imago-images.de/Global Look Press
Os trabalhadores da construção, do comércio e dos serviços são os mais afetados pela crise.

Os salários de cerca de 40% dos russos caíram após o início da pandemia do coronavírus, segundo pesquisa do Centro de Análises da Escola Superior de Economia da Rússia.

Para chegar a tal conclusão, os especialistas entrevistaram quase 5 mil pessoas na segunda metade de maio.

De acordo com a pesquisa, 10% dos russos perderam seus empregos, 20% pararam de receber bônus e 7% queixaram-se de atrasos salariais. Apenas 20% dos entrevistados não registraram consequências negativas nos salários ou nas condições de trabalho devido à pandemia.

Os setores de construção, comércio e serviços são os mais afetados pela crise: entre 65% e 75% dos trabalhadores desses setores afirmaram que seus salários sofreram quedas e suas receitas caíram quase 75%.

LEIA TAMBÉM: PIB total do Brics cairá mais de 5% em 2020

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies