Fotos de Moscou durante quarentena são misto de elegância e tristeza; confira

Panca Syurkani
Atmosfera melancólica prevalece na capital russa durante meses de confinamento.

No último dia 30 de março, o governo de Moscou iniciou a aplicação de medidas restritivas para impedir a disseminação do novo coronavírus na cidade. As imagens publicadas abaixo apresentam a atmosfera da capital russa, calma e um tanto melancólica, enquanto apenas serviços básicos estão em operação. Alguns moradores locais ainda podem fazer suas atividades fora mediante permissão eletrônica.

Abaixo, é possível ver dois moradores à procura de patrulhas policiais antes de andar de patinete elétrico pelo parque nos entornos do centro comercial Okhotni Ryad. A julgar por seus movimentos, tudo indica que eles não têm a permissão eletrônica para estar na rua:

Atmosfera e tráfego na rua Tverskaya: 

Caminhada pela Praça Vermelha:  

Visitantes tirando fotos na Praça Manejnaia, enquanto atrás deles se vê uma fileira de veículos na Rua Tverskaya: 

Famoso centro comercial GUM de portas fechadas: 

Calmaria na rua Nikolskaya, ao lado da Praça Vermelha: 

Praça Vermelha praticamente deserta:

Atravessando a ponte Bolshoi Moskvoretski, com vista para o Kremlin e o centro empresarial da capital conhecido como Moscow City: 

Entregadores de comida se reúnem não muito longe da estação de metrô Tretyakovskaya, que tem muitos restaurantes fast food e hoje em dia realizam apenas delivery ou pedidos para viagem:

Homem com proteção facial caminhando ao longo de Klimentovski, não muito distante da estação de metrô Tretyakovskaya:

Bonde quase vazio passa pela rua Novokuznetskaya:

Anúncio de alerta sobre a importância do uso de máscaras e luvas, na área do Anel de Jardins. O governo de Moscou exige o uso de proteção ao circular pelas ruas:

Estação de metro Paveletskaya:

Nós vagões de metrô não há praticamente ninguém; alguns completamente vazios:

Manutenção no edifício do Centro de Exposições Manej:

E assim tranquila está a rua Stari Arbat: 

Funcionária de loja de chocolates Alionka, na rua Stari Arbat, falando no telefone. Não há muitos clientes no momento:

Túnel de travessia e acesso à estação de metrô Biblioteka Imeni Lenina:

Rua Vozdvijenka bastante deserta:

E a Praça Vermelha, símbolo desta grande cidade, parece entristecida sem seus milhares de admiradores:

VEJA TAMBÉM: Russos exibem roupas de banho em apoio a ‘enfermeira de biquíni’

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies