Temperatura em Moscou bateu novo recorde em 19 de fevereiro

Konstantin Kokoshkin/Global Look Press
Na quarta-feira (19), a temperatura na capital russa foi a mais quente para a data desde seu recorde de 1925

O cientista russo Evguêni Tichkovets, diretor do centro meteorológico "Phobos", declarou ao jornal independente russo RBC que na última quarta-feira (19), Moscou estabeleceu um novo recorde de calor para a data de 19 de fevereiro, ou seja, 4,7 graus Celsius positivos – um grau acima do recorde registrado em 19 de fevereiro de 1925, de 3,7 graus Celsius positivos.

Segundo Tichkovets, o inverno mais quente registrado neste ano em quase 90% do território russo é devido a massas de ar quente provenientes do Oceano Atlântico.

Este foi o terceiro recorde de temperatura mais alta em três dias quebrado em Moscou.

LEIA TAMBÉM: 5 coisas que mudam todos os anos na Rússia

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies