10 pinturas e textos que retratam a primavera russa

Março assinala a chegada da estação mais esperada do ano no hemisfério norte, quando os russos já estão exaustos do inverno longo e severo. Qualquer temperatura mais amena (e isso pode significar algo entre 10 e 2 graus Celsius negativos) já deixa as pessoas felizes. Veja como a primavera inspirou artistas e escritores russos em obras importantes.
  1. “Nas montanhas vizinhas, a neve

Iluminada pelo sol de primavera,
Flui em turvos raios que correm
Para baixo, para os campos inundados.
A natureza acorda dos sonhos, aos poucos,
Saúda a nova temporada, com brilho.
Um azul brilhante acende o céu,
Ainda é transparente para os olhos
Os bosques se revelam em verde claro.”

Aleksandr Púchkin, "Evguêni Onéguin".

  1. “A primavera é a época dos planos e dos projetos. E, conforme saía para o quintal, Levin, como uma árvore na primavera que não sabe a forma dos galhos que se formarão de suas folhas aprisionadas em brotos inchados, sabia pouco sobre os desafios que ele iria enfrentar agora no trabalho da fazenda que lhe era tão caro."

Lev Tolstói, "Anna Karênina".

  1. “Na primavera, quando o solo descongela, as pessoas também ficam mais suaves."

Maxim Górki, "Fogo" (conto).

  1. “Nostalgia em reverso, o anseio por uma nova terra fica especialmente forte na primavera."

Vladímir Nabôkov, "Mary".

  1. “A julgar pelas pessoas, este dia de abril é muito parecido com aquele dia humano em que a primavera gritou ’sim’ e a natureza concordou, fazendo com que tudo começasse a ficar verde de novo."

Mikhaíl Príchvin. "Diários".

  1. “A renúncia do inverno é vaidosa
    mas sua hora chegou, enfim.
    Batendo nas janelas,
    a primavera chegou
    e tudo está tumultuado,
    mandando o inverno embora,
    e as cotovias em sua tristeza
    começaram a gritar.”

Fiódor Tiútchev, "A renúncia do inverno é vaidosa".

  1. "Ó, primavera, sem fim e sem limites - Sem fim e sem limites para sonhar! Eu te descubro, vida! Eu te aceito! E te dou as boas-vindas com o soar de um escudo."

Aleksandr Blok, "Ó, primavera, sem fim e sem limites".

  1. “A liberdade está próxima. Eu ainda vou perdoar tudo,
    Observando, enquanto o raio de sol corre para cima e para baixo
    A videira, que com a chuva de primavera está molhada.”

Anna Akhmátova, "Minha voz é fraca".

  1. “A cidade se despiu de suas coisas de inverno
    A neve se converteu em umidade e lama.
    A primavera chegou de novo,
    tola e desbocada
    como um cadete armado.”

Vladímir Maiakóvski, "Primavera".

  1. “O dia estava ensolarado e com ventania, um dia em que foi possível andar pelo quarteirão, se abrigar do vento, encostar em uma parede aquecida pelo sol, e sentir com todo o coração o prazer da primavera que chega com seu calor... Para se levantar, se espreguiçar e sorrir."

Evguêni Grichkovets

Gostou? Conheça mais sobre outro pintor russo em "Todas as cores e críticas de Kustodiev".

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais