Moscou teve apenas 8 horas de sol em dezembro passado

Global Look Press
A capital russa teve um mês sombrio fora do comum no último mês de 2019, segundo o Centro Hidrometeorológico da Rússia.

Em todo o mês de dezembro de 2019, Moscou registrou apenas 8 horas de sol, de acordo com o Centro Hidrometeorológico da Rússia. São Petersburgo, a segunda maior cidade do país, se saiu ainda pior: ali, pode-se entrever o sol atrás das nuvens por apenas duas horas e meia no mês passado.

Moscou e algumas partes da Rússia estão vivendo um inverno excepcionalmente quente, o que os meteorologistas disseram ser devido a uma frente atmosférica proveniente do Oceano Atlântico.

Comparando as temperaturas atuais com todos os registros históricos, este possivelmente venha a se tornar o inverno mais quente de Moscou, segundo a agência de notícias russa TASS.

LEIA TAMBÉM: Por que a Rússia é tão deprimente?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies