Por que as russas amam salto agulha?

Getty Images
É muito comum ver mulheres russas usando sapatos de salto alto e fino. Mas nem pense em cogitar que a intenção delas é seduzir homens em busca de casamento!

Quando o estilista italiano Salvatore Ferragamo criou um par de sapatos de salto agulha (chamados também no mundo da moda de “stiletto”) para Marilyn Monroe usar no filme “Quanto Mais Quente Melhor” ele não tinha a menor ideia do quanto sua criação ficaria popular na Rússia.

É de se notar que as russas levam os temas relacionados à beleza e à moda muito a sério. É comum vermos russas vestidas como se fossem para um jantar de gala no Kremlin quando estão apenas saindo para fazer compras. Saltos altos são os queridinhos das produções e elas não os deixam de lado nem para caminhar bravamente sobre as calçadas congeladas do inverno.

Mas quais as motivações para elas amarem tanto esses sapatos? Muitas pessoas no ocidente estão certas de que isto faz parte do jogo de sedução com os homens, mas será que é isso mesmo?

Saltos altos melhoram a elegância ao caminhar

“Uso saltos quase todos os dias, menos no inverno, quando acontecem aqueles congelamentos da água e da umidade e fica tudo muito escorregadio. Eu acho que o salto me deixa com uma postura melhor, aprimora o meu caminhar e até meu ritmo de andar. Se não tem gelo na rua, eu não sinto nenhuma diferença em usá-los em espaços fechados ou abertos”, disse  aos Russia Beyond a relações públicas moscovita Maria Kojevnikova.

Mas vale dizer que é preciso certa destreza e talento para usar esse acessório de maneira elegante. “Às vezes vejo algumas garotas andando com saltos muito altos e elas mais parecem gafanhotos. Estão claramente sofrendo e não fica bonito”, diz a gerente de marketing Valentina Pakhomova, de São Petersburgo.

A questão do conforto depende muito mais das palmilhas de um sapato do que da altura do salto, complementa Maria. “Falando do ponto de vista fisiológico, é ruim usar saltos durante o dia todo. Tenho pantufas esperando por mim em casa”, diz.

Saltos inspiram confiança

Diversos estudos afirmam que as mulheres que usam salto alto são mais atraentes. 

“Uso saltos altos para ficar mais elegante. Depois de muitos anos, eu me acostumei e fico totalmente confortável andando com eles o dia todo, uso até mesmo para dirigir”, diz a contadora moscovita Elena Guzeva.

Para Maria, os saltos agulha são mais atraentes, simples assim.

“Eu costumava usar salto alto sempre, mesmo quando estava tudo congelado e escorregadio. No começo, era por estar acimado peso e isso me fazia parecer mais alta e ter pernas mais longas. Mas então me mudei para São Petersburgo e a cidade me fez desacelerar: eu queria caminhar por distâncias mais longas e diminui a altura dos saltos. A empresa em que trabalho se mudou para uma área industrial e passei a só precisar dos saltos dentro do escritório. Antes eu me sentia desconfortável quando não estava de salto, mas hoje eu simplesmente não ligo pra isso. Além de tudo, eu emagreci e não preciso mais ficar disfarçando meu corpo. Um tempo atrás eu machuquei os joelhos e agora só posso passar algumas horas do dia usando salto, e isso me fez optar pelo conforto”, diz Valentina.  

As mulheres que usam um ‘stiletto’ são mais atraentes?

Muitos estudos dizem que as mulheres e seus saltos altos têm um jeito de andar mais sexy e são mais atraentes. Muitos homens russos apoiam essa escolha, mas só se elas estiverem confortáveis com isso.

“Sem dúvida uma mulher de salto alto, se os sapatos não foram muito chamativos, fica mais atraente. E é claro que se estiver desconfortável ela vai ficar de mau humor e será possível ver pela sua expressão que aquilo está causando certo sofrimento, neutralizando o efeito positivo desse sapato. Eu considero o salto agulha um truque das mulheres para atrair os olhares masculinos”, diz o engenheiro moscovita Dmítri Vôlkov. 

Para Valentina, uma mulher pode ser atraente mesmo sem usar salto alto. “Acho esse tipo de colocação ridícula, puro machismo. Eu ouço muitas pessoas falando que ‘usar salto alto é algo feminino e as mulheres devem fazê-lo’. Quem disse, onde é que está escrito isso? Nossa feminilidade independe dos sapatos que usamos”, diz.

LEIA TAMBÉM: Feminino, quase um palavrão

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies