Mãe Pátria, em Volgogrado, passa por reforma geral; veja fotos

Alexai Volkhonsky/V1.RU
Escala é tão grande que os trabalhadores fizeram descobertas surpreendentes dentro da enorme estátua.

Com 85 metros de altura, Mãe Pátria é a estátua mais alta da Europa e o mais famoso monumento da Segunda Guerra Mundial na Rússia. Consequentemente, suas obras de renovação tem proporções igualmente épicas.

Esta é a maior reforma pela qual o monumento passou desde a inauguração em 1967.

Já houve obras de renovação antes, e os engenheiros precisaram até trocar a espada em 1972, pois ela se mostrava muito pesada, colocando em risco toda a construção.

Hoje, os trabalhadores da construção civil estão se concentrando em rachaduras nas pernas, nas mãos e no vestido da estátua. Também estão instalando proteção contra pássaros para os olhos do monumento e “escovando” seus dentes. A expectativa é que, assim, as cores da estátua se intensifiquem e ganhe um novo frescor.

O tamanho do monumento e a quantidade de trabalho necessária são tão grandes que os operários fizeram descobertas surpreendentes durante as obras.

“Enquanto realizávamos trabalhos dentro da estátua, encontramos salas inteiras cheias de lixo, que seu construtor deixou para trás em 1967. Também encontramos 1.200 rublos que foram deixados lá por trabalhadores que fizeram uma reforma em 2010”, declarou o responsável pela construção, Vladímir Antonov.

As obras estão programadas para terminar em 2020, pouco antes do 75º aniversário do Dia da Vitória da Segunda Guerra Mundial, celebrado em 9 de maio.

Erguida em 1967 na cidade antes conhecida como Stalingrado, a estátua é uma imagem alegórica da Pátria que convoca seu povo para afastar o agressor, a Alemanha nazista e seus aliados.

O monumento celebra a Batalha de Stalingrado, uma luta épica que ficou conhecida como um dos momentos mais importantes no curso da Segunda Guerra Mundial.

Mais de 35.000 soldados soviéticos estão enterrados em uma vala comum no complexo memorial, que possui o monumento Mãe Pátria no centro da composição.

VEJA TAMBÉM: 10 monumentos de guerra soviéticos fora da Rússia de cair o queixo 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies