Conheça Sasha Luss, a top model russa que protagoniza “Anna”, de Luc Besson

Legion Media
Depois de trocar as passarelas pelas telonas, Sasha, cujo “talento original” foi elogiado pelo cineasta francês, está de olho firme na estatueta do Oscar.

Mais um thriller de espionagem de Hollywood chegará às telonas do Brasil no próximo dia 15 de agosto: “Anna”, do diretor francês Luc Besson, que traz a modelo russa Sasha Luss, de 27 anos, nascida em Magadan, como protagonista.

Cercada por um elenco de estrelas consagradas, incluindo a vencedora do Oscar Helen Mirren, Cillian Murphy e Luke Evans, a atriz russa interpreta uma assassina do governo soviético na década de 1980, em um momento de confronto entre KGB e CIA. Sua personagem – a bela, aparentemente delicada, Anna Poliatova – é, na verdade, uma agente profissional da KGB capaz de matar uma dúzia de mafiosos em um restaurante cheio de pessoas e não ser pega.

Apesar da estreia como protagonista em “Anna”, esta é a segunda vez que Sasha estrela um filme de Luc Besson. Em 2017, o cineasta francês a escalou em “Valerian e a Cidade dos Mil Planetas”, no qual encarna Lihö-Minaa, princesa do planeta fictício Mül no século 28. Besson viu a foto de Luss em uma revista e entrou em contato com a agência da modelo. Após uma audição de quatro horas em Paris (ela teve que cantar e até inventar uma língua alienígena), a russa conseguiu o papel.

Segundo Besson, Sasha tem talento natural para atuação. “Durante os testes, ela teve que chorar em uma cena, e eu percebi que ela pode realmente capaz de controlar suas emoções. Fiquei surpreso: ela não tinha nenhuma experiência! Seguindo o meu conselho, ela foi para Nova York e estudou atuação lá”, declarou o diretor à Forbes.

O cineasta acrescenta que, embora diversas atrizes tenham sido entrevistadas para o papel principal em “Anna”, a escolha de Sasha também partiu de seus parceiros americanos. “Fico feliz que ela tenha conseguido o papel: ela pode ser muito forte e muito gentil, dependendo da cena, e soa natural. Estou muito orgulhoso dela.”

Estrelar “Anna” foi um “sonho que virou realidade”, admite Sasha. Nascida em 1992 na cidade portuária de Magadan, no Extremo Oriente russo, a modelo assistiu ao “Quinto Elemento”, de Besson, inúmeras vezes quando criança. “Cresci em uma cidadezinha no meio do nada, e esse filme me deu uma perspectiva diferente sobre o que eu poderia fazer. Imaginar mundos diferentes fora do seu. E essa é outra razão pela qual eu estava tão feliz em fazer este filme com Luc – ele me ensinou a usar minha imaginação”, revelou a modelo e atriz russa.

Sasha não foi uma garota popular na escola – era muito alta, magra, usava óculos e um tanto moleca, sempre pronta para revidar. “Eu sempre briguei por justiça, de modo que, ocasionalmente, tive que lutar com garotos, é claro. Às vezes bem pesado. difícil. E tenho que admitir que muitas vezes me bateram. Mas eu brigava de volta. Parece que algo mudou com os anos porque, durante as filmagens de ‘Anna’, eu não tinha mais tanta energia”, diz, sorrindo sorri. Fora isso, Sasha teve uma infância comum; praticava esportes e gostava de balé e, quando abordada por agências de modelos aos 15 anos, não hesitou em aproveitar a oportunidade.

A russa fez sua primeira grande estreia como modelo em 2008 para a estilista russa Aliona Akhmadúlina durante a Moscow Fashion Week, e gradualmente trilhou o caminho no mundo da moda internacional. Sasha foi notada por Karl Lagerfeld, representou por Dior Beauty e Carolina Herrera e apareceu no famoso calendário da Pirelli 2015 ao lado de Gigi Hadid, Adriana Lima e Natália Vodianova.

Sasha vive em Nova York há seis anos e visita seus pais em Moscou todos os meses. No entanto, apesar de sua bem-sucedida carreira de modelo internacional, ela diz “sonhar com um Oscar”. Em determinado momento, antes de fazer o teste para “Anna”, Sasha admitiu para Besson que estava frustrada com o mundo da moda – então, o cineasta francês perguntou se a modelo pretendia levar a atuação a sério. “‘Como você vê a sua vida em cinco anos?’ Eu respondi: ‘Em cinco anos, vou ter um Oscar’. E ele então continuou: ‘Você não parece uma garota que acabou de filmar uma pequena cena em um grande filme. Mas deixe-me ver se posso te ajudar’.”

Não foi a primeira vez que Besson transportou uma modelo das passarelas para as telonas – e agora é a vez de Sasha.

Embora “Anna” tenha sido um trabalho desgastante para a russa – tanto mental como fisicamente –, a russa avalia a oportunidade como gratificante. “Quando uma pessoa como Besson diz que você está indo bem e que você é capaz, você simplesmente mergulha no trabalho feliz”, admite. “Este é um trabalho difícil que requer muita energia, mas, quando se ama algo, você o faz com prazer. Eu estava pronta para permanecer no set de filmagens por dias sem comida ou água.”

“Anna” já abriu novas portas para Sasha, embora a mais nova atriz russa se recuse a revelar detalhes sobre seus novos projetos. Mas confessar sonhar em interpretar papéis dramáticos, como o personagem de Charlize Theron em “Monster”. “Essa transformação é extraordinária! Mas acho que meu personagem favorito, que gostaria de interpretar, é Julia Lambert, do romance ‘Teatro’, de Somerset Maugham. Entretanto, eu preciso crescer para esse papel, em todos os sentidos”, conclui Sasha.

VEJA TAMBÉM: De vilões a (alguns poucos) mocinhos, atores russos são presença certa em Hollywood 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies