Primeira edição de ‘Eugênio Onéguin’ foi arrematada por meio milhão de libras em Londres

Christie's
Obra de Púchkin leiloada na Christie’s teve lance final de quase quatro vezes a estimativa da casa. Lote de obras raras da Era de Ouro russa arrecadou, no total, 2,2 milhões de libras esterlinas. No Brasil, “romance em versos” ganhou nova versão em português recentemente.

A primeira edição do romance em versos “Eugênio Onéguin”, do russo Aleksandr Púchkin, foi arrematada em leilão, na última terça-feira (9), por 467,2 mil libras esterlinas (2,2 milhões de reais) na Christie’s, em Londres. O valor foi quase o quádruplo da estimativa da Christie’s, de acordo com a agência de notícias russa Ria Nôvosti.

No lote “Era de Ouro da Literatura Russa” havia mais de 120 obras raras impressas de diversas coleções privadas europeias. A estimativa de preço da Christie’s para esta obra específica era entre 120 a 160 mil libras.

“A edição de ‘Eugênio Onéguin’ publicada pela tipografia do Departamento de Educação de São Petersburgo é uma verdadeira raridade bibliográfica. A objeto em leilão é a publicação do primeiro capítulo do romance em encadernação original”, anunciava a Christie’s.

No lote, a primeira e rara edição de “Noites na granja ao pé de Dikanka”, de Nikolai Gógol, foi avaliada com valor entre 70 a 90 mil libras e arrematada a 175 mil libras.

“Até hoje, um exemplar completo desta obra em dois tomos só foi leiloado duas vezes”, ressaltou o representante da Christie’s.

A primeira edição de “Ruslan e Liudmila”, de Púchkin, foi vendida por 143,7 mil libras esterlinas – apesar das estimativas mais baixas, entre 50 e 80 mil libras. A primeira edição da coletânea de poemas de Afanási Fet “Lirítcheski panteon” (em tradução livre, “Panteon lírico”) foi vendida a 100 mil libras, superando as expectativas de 20 a 30 mil libras.

O lote arrecadou, no total, 2,2 milhões de libras esterlinas. O departamento russo da Christie’s de Londres celebra neste ano seu cinquentenário.

LEIA TAMBÉM: Dominado por constante ironia sobre a realidade, ‘Onêguin’ ganha tradução em português

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies