Equivalente a 36 torres Eiffel, ponte da Crimeia completa um ano desde inauguração

Krymsky.bridge
Evento de abertura, em maio de 2018, contou com Putin no volante de um caminhão.

Na última quarta-feira (15), a construção da estrada da ponte da Crimeia, que liga a península russa de Kertch a de Taman, foi concluída. No mesmo dia, o presidente Vladimir Putin parabenizou os engenheiros pelo término das obras e dirigiu um caminhão Kamaz laranja pelos 19 km da então nova estrutura.

O tráfego na ponte mais longa da Europa foi aberto aos veículos leves já no dia seguinte, enquanto veículos de carga tiveram que esperar até 1º de outubro. Desde então, a estrutura não teve descanso: segundo dados oficiais, em 12 meses, cerca de 500 mil caminhões e mais de 60 ônibus passaram pela ponte.

Em números, a estrutura metálica possui massa total de 260 mil toneladas, ou 36 torres Eiffel, segundo a agência RIA Nôvosti.

A estrutura é apoiada por cerca de 595 pilares.

Já o trecho ferroviário da ponte, cuja inauguração está prevista para este mês de maio, pesa mais de 500 toneladas – uma massa maior que a da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

O comprimento de cada um dos arcos é de 227 metros, e os pilares mais compridos estão fincados no solo marítimo a 105 metros de profundidade (o que equivale a um prédio de 34 andares).

VEJA TAMBÉM: As 10 mais entre as pontes da Rússia 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies