As 10 mais entre as pontes da Rússia

Maior país do mundo tem joias arquitetônicas antigas e contemporâneas, da Dragão Vermelho, que se assemelha à criatura fantástica, à Ponte do Palácio, inaugurada em 1916 em São Petersburgo.

1. A levadiça mais famosa

Ponte do Palácio erguida / Foto: Global Look PressPonte do Palácio erguida / Foto: Global Look Press

A primeira coisa que vem à mente de um russo quando se fala em pontes são as de São Peterburgo. As Ponte do Palácio liga o centro da cidade à ilha Vassilievski e é uma das vistas mais buscadas por turistas, que esperam até tarde da noite para vê-las se erguerem para deixar os barcos passarem. A ponte foi inaugurada em 1916 e tem 250 metros de comprimento. 

2. A mais comprida do país

Nova ponte sobre o rio Kama, no Tataristão / Foto: Global Look PressNova ponte sobre o rio Kama, no Tataristão / Foto: Global Look Press

O rio Kama é o maior afluente do Volga e uma rota comercial de extrema importância. Antes da construção desta ponte, só era possível atravessar para o outro lado durante o inverno, quando o rio congelava e carros de até 5 toneladas podiam passar sobre o gelo.

Com sua construção durando de 1992 a 2002, ela não tem nome, e fica situada próxima à vila de Sorotchie Gori, e é parte da rodovia R239, que liga Kazan à fronteira com o Cazaquistão. Ela é a ponte mais comprida da Rússia no momento, com quase 14 quilômetros. Desses, 1,6 quilômetros estão sobre o rio.

3. A mais alta ponte estaiada da Europa 

A ponte Jivopisni sobre o rio Moscou / Foto: Anton Denisov/RIA NôvostiA ponte Jivopisni sobre o rio Moscou / Foto: Anton Denisov/RIA Nôvosti

Esta ponte cruza o rio Moscou e liga a avenida Marechal Jukóvski a uma das áreas mais verdes da capital, Serebriáni Bor. Com 1,5 quilômetros de comprimento, ela foi inaugurada em 2007 e abriga um mirante e um restaurante no topo do arco.

O arco principal tem 105 metros de altura, ou seja, a maior ponte estaiada da Europa inteira. Seu nome, “Jivopísni Most” significa “Ponte Pitoresca”.

A cápsula está sendo transformada em um cartório de registros matrimoniais que será aberto assim que um elevador especial for instalado no local.

4. A mais comprida da Ásia (até a década de 1980)

A ponte Comunal , sobre o rio Ienissei / Foto: Freidberg/RIA NôvostiA ponte Comunal , sobre o rio Ienissei / Foto: Freidberg/RIA Nôvosti

A ponte Kommunálni (do russo, “Comunal”) que atravessa o rio Ienissei foi inaugurada em Krasnoiarsk em 1961, durante o governo de Nikita Khruschov.

Por muitos anos, esta ponte de 2,3 quilômetros de comprimento foi a mais longa da Ásia. Depois, ela acabou ultrapassada pela indiana Gadhi Setu, de 5 quilômetros, inaugurada em 1982.

5. A mais fantástica

A ponte ‘Dragão Vermelho’, em Khanti-Mansisk / Foto: Legion MediaA ponte ‘Dragão Vermelho’, em Khanti-Mansisk / Foto: Legion Media

Outro rio siberiano que abriga uma ponte notável é o Irtish. Esta construção em Khanti-Mansiski chegou a ser apelidada de “Dragão Vermelho” devido ao formato emaranhado e à cor do metal utilizado em sua contrução.

Com 1,3 quilômetros de extensão, ela é parte de uma rodovia de 2.545 quilômetros que atravessa o norte dos Urais e a Sibéria Ocidental, ligando Perm a Tomsk. Não há nada parecido com a “Dragão Vermelho” em toda a Rússia.

6. A mais linda 

A ponte Muromski, que atravessa o rio Oka / Foto: Legion MediaA ponte Muromski, que atravessa o rio Oka / Foto: Legion Media

Esta construção atravessando o rio Oka, outro afluente do Volga, acabou em primeiro lugar em uma enquete oficial do governo como a ponte mais linda do país, e leva uma placa em comemoração. O segundo lugar, aliás, ficou com a “Dragão Vermelho”.

A ponte de 1,4 quilômetros foi inaugurada em 2009 e tem um detalhe interessante: os ventos fortes têm impacto sobre a construção estaiada e parece que a ponte está cantando.

7. A mais russa

A ponte para a ilha Rúski, em Vladivostok. / Foto: Aleksei Kudenko/RIA NôvostiA ponte para a ilha Rúski, em Vladivostok. / Foto: Aleksei Kudenko/RIA Nôvosti

Uma réplica da famosa Golden Gate, de São Francisco, a Ponte Dourada, em Vladivostok, já virou símbolo da cidade. Ela foi construída em 2012 para a cúpula da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec, na sigla em inglês), e atravessa a baía do Chifre de Ouro.

A ponte será retratada na nova nota de 2.000 rublos que será lançada neste ano na Rússia. Com 3 mil quilômetros de comprimento, ela é a segunda mais alta do mundo, com 324 metros de altura, atrás apenas da Millau Viaduct, na França, que tem 343 metros. À noite, a ponte Rúski é iluminada com as cores da bandeira russa.

8. A mais longa de caminhada suspensa

A ponte de caminhada suspensa “Sky Bridge”, em Sôtchi / Foto: Mihail Mokrushin/RIA NôvostiA ponte de caminhada suspensa “Sky Bridge”, em Sôtchi / Foto: Mihail Mokrushin/RIA Nôvosti

A ponte “Sky Bridge”, que se estende sobre a montanha Akhshtyr Gorge e o rio Mzimta é a mais longa para caminhadas do mundo, com 439 metros, e compõe o complexo Skypark, em Sôtchi, que foi construído em 2014, ano em que a região recebeu os jogos olímpicos de inverno. O bungee jumping instalado ali tem 207 metros de altura.

9. A mais ‘millenial’

A ponte Millenium, em Kazan / Foto: Global Look PressA ponte Millenium, em Kazan / Foto: Global Look Press

A ponte Millennium foi construída em 2005 para comemorar o aniversário de mil anos da cidade de Kazan. Ela tem 835 metros de comprimento e é uma ponte de viga que combina elementos de construção com cabos que têm função mais decorativa, já que seus suportes não são tão grandes e não precisam se apoiar nos cabos. A ponte se tornou um dos cartões postais de Kazan e a letra M formada em seu centro, que remete ao seu nome, é iluminada à noite.

10. A mais aclamada

A ponte sobre o rio Amur, na rodovia Tchita-Khabarovsk. / Foto: Vitáli Belousov/RIA NôvostiA ponte sobre o rio Amur, na rodovia Tchita-Khabarovsk. / Foto: Vitáli Belousov/RIA Nôvosti

A ponte Khabarovsk Bridge, sobre o rio Amur, também é conhecida pelos habitantes locais como “Maravilha do Amur”, e é uma das mais antigas da nossa lista. No ano de 1900, o design da ponte foi premiado com uma medalha de ouro na Exposition Universelle, a feira mundial em Paris.

A ponte foi inaugurada em 1916 e sobreviveu a guerras e revoluções; Quando foi construída, ela era a mais longa da Eurásia e da Éfrica, com 2,6 quilômetros.

No final dos anos 1990, ela foi reformada, e agora tem quase quatro quilômetros, levando automóveis e trens e compondo a ferrovia Transsiberiana. Ela é a musa da nota de 5 mil rublos. 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies