Falcões ganham ninho especial no topo de edifício do Ministério dos Negócios Estrangeiros, em Moscou

Serguéi Kovaliov/Global Look Press
Arranha-céu é uma das Sete Irmãs de Stálin.

O ninho de uma família de falcões-peregrinos, que já haviam se estabelecido no edifício do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, foi oficialmente instalado no topo do arranha-céu. A informação foi divulgado pela porta-voz da pasta, Maria Zakhárova, ao canal de televisão russo NTV.

O fato ocorreu “durante o trabalho de substituição de agulhas, realizado em 2016 e 2017, quando essas aves foram descobertas no local”, acrescentou a porta-voz. “Foi algo extraordinário para a cidade. Após a reforma da agulha, foi construído um ninho especial, uma residência, eu diria, a conselho dos ornitólogos.”

LEIA TAMBÉM: Aves de rapina mantêm Kremlin livre de corvos e pombos (e de seus excrementos!) 

Cabe lembrar que o edifício de 172 metros, inaugurado em 1953, é uma das Sete Irmãs de Moscou. Os projetos iniciais não previam a criação de agulhas nos prédios, mas Iossef Stálin solicitou que as estruturas fossem acrescentadas.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies