As estrelas inatingíveis das Sete Irmãs

Fotos inéditas (e incríveis) dos ornamentos de cinco metros fincados no topo de prédios stalinistas em Moscou.
Pouquíssimas pessoas na Rússia já tiveram a oportunidade de observar de perto o topo e as estrelas de cinco metros de altura das Sete Irmãs, os famosos arranha-céus stalinistas em Moscou. / Edifício na Praça Kudrinskaia (altura: 156 metros)
Como sugere o próprio nome, trata-se de um grupo de sete arranha-céus. O estilo stalinista das construções é tão marcante que a população local não utiliza o nome oficial, optando por chamá-las de “Stalinskie Vissotki” (Arranha-céus de Stálin). / Edifício principal da Universidade Estatal de Moscou (altura: 240 metros)
Todos os sete prédios foram construídos entre 1947 e 1953, em uma combinação bem elaborada de barroco soviético com estilo gótico, além da mesma tecnologia usada na construção de arranha-céus americanos. / Radisson Royal Hotel, que antes abrigava o Hotel Ukraina (altura: 206 metros)
As Sete Irmãs hoje: Radisson Royal Hotel (ex-Hotel Ukraina), Edifício (residencial) do Cais Kotelnitcheskaia, o Edifício na Praça Kudrinskaia, o hotel Hilton Moscow Leningradskaya, a sede do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o edifício principal da Universidade Estatal de Moscou, e o edifício administrativo na Praça Krasnye Vorota (dos Portões Vermelhos, em português). / Edifício do Cais Kotelnitcheskaia (altura: 176 metros)
As estrelas estão presentes, porém, em apenas seis das sete irmãs, pois a torre no topo do Ministério dos Negócios Estrangeiros mostrou ser muito fraca para a instalação. / Sede do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo (altura: 172 metros)
Mais dois arranha-céus no mesmo estilo foram planejados, mas nunca construídos: Edifício Administrativo Zariadie e o Palácio dos Sovietes. / Hotel Hilton (altura: 136 metros)
Todas as fotos desta galeria foram feitas pelo cinegrafista Serguêi Chumilov e pelo piloto Daniil Ananiev, os criadores da Birdseyeview. As estrelas foram fotografadas por uma câmera Sony Nex-5R acoplada a um drone profissional./ Edifício administrativo na Praça dos Portões Vermelhos (altura: 138 metros)

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.