8 das maiores cidades russas com mais de um milhão de pessoas

Grande parte da população mundial vive em áreas urbanas, e país não é exceção.

1. Moscou: 12,5 milhões

A capital é a maior cidade do país. Segundo estatísticas oficiais, sua população chega a 12,5 milhões. Os habitantes locais, porém, afirmam que o número de pessoas vivendo ali é muito maior. Nos últimos anos, a cidade quase dobrou de tamanho, e os novos bairros, chamados em geral de "Nova Moscou", continuam a receber novos residentes. Além disso, as estatísticas oficiais não incluem pessoas que moram nas cidades próximas, mas trabalham e vão à capital diariamente. No total, segundo estimativas não oficiais, a população de Moscou é de mais de 20 milhões - e continua a crescer.

2. São Petersburgo: 5,35 milhões

Antes da Revolução de 1917, São Petersburgo era a capital do Império Russo. Hoje, os russos a apelidaram de “capital cultural”, o que é verdade: a cidade é renomada por seus museus, teatros e arquitetura europeia clássica. Além de tudo isso, o tempo chuvoso e dezenas de pontes fazem de São Petersburgo a cidade mais romântica da Rússia.

3. Novossibirsk: 1,6 milhão

Maior cidade da Sibéria e a terceira maior da Rússia, Novossibirsk é um importante centro de transportes. Sua história está ligada à construção da Ferrovia Transiberiana. Novossibirsk é uma das paradas mais importantes na rota para a maior cidade do Extremo Oriente russo, Vladivostok. Novossibirsk é famosa também devido a seu Teatro de Ópera, considerado um dos melhores da Rússia, e pela maior ponte para metrô do mundo.

4. Ekaterimburgo: 1,5 milhão

Esta cidade nos montes Urais foi apelidada de “coração industrial da Rússia”. Durante séculos, as habitantes locais extraíam ali minério, carvão, sal e malaquita.

LEIA TAMBÉM: Por que a população da Rússia é pequena e está em declínio?

Ekaterimburgo foi fundada no século 18 e seu nome homenageia a Imperatriz Catarina 1°. O metrô da cidade ressalta a história da geologia e metalurgia em sua arquitetura, e a Estação Gueologuítcheskaia, por exemplo, é enfeitada com diferentes camadas de terra, todas em cores diversas e compostas por pedras semipreciosas dos montes Urais.

5. Níjni Nôvgorod: 1,26 milhão

Esta antiga cidade, frequentemente chamada de “terceira capital da Rússia”, fica localizada a quatro horas de trem de Moscou, às margens do rio Volga. Fundada no século 12, ela tem uma arquitetura eslava única, e abriga também um famoso Kremlin (em russo, “forte”) de tijolos vermelhos. Durante os tempos soviéticos, Níjni Nôvgorod mudou de nome, em homenagem a Maksim Gôrki, escritor e revolucionário que passou a infância ali.

6. Kazan: 1,24 milhão

A capital da República do Tartarstão é uma das cidades mais antigas da Rússia, e foi fundada no início do século 11. Kazan é famoso por seu Kremlin de tijolos brancos, pela Torre Soyembika e pela Mesquita Kul Sharif, a segunda maior da Rússia, além de sua culinária exclusiva.

Com os “etchpotchmak” (pequenos pasteis com recheio de batatas, carne de carneiro e cebola), os “tchak-tchak” (massa frita banhada com mel) e a sopa churpá, você nunca passará fome nesta cidade – e poderá até sair rolando dela se não tomar cuidado!

7. Tcheliabinsk: 1,2 milhão

A concentração de usinas metalúrgicas e de engenharia nesta cidade dos Urais é tão alta que os moradores locais chamam Tcheliabinsk de “cidade mais severa” da Rússia.

8. Omsk: 1,17 milhão

Reza a lenda que as reservas de ouro do Império Russo ficaram escondidas nesta antiga cidade siberiana durante a Guerra Civil, no início do século 20. O tesouro ainda estaria enterrado em algum lugar nas florestas de taiga.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies