5 atrações russas que são um misto de edifício com avião

automobili.ru
Esqueça tudo o que você sabe ou já leu sobre arquitetura! Na Rússia, fixar um avião em um prédio é bem mais comum do que se pode imaginar.

1. Aulas práticas dentro de um Tu-124, em Kazan

Futuros pilotos e engenheiros de aviação treinam em aviões de verdade – isso é normal. Mas a Universidade Nacional Técnica de Pesquisa Túpolev (800 km a leste de Moscou) levou essa ideia à riscar: o nariz de um modelo Túpolev Tu-124 foi soldado diretamente na fachada de um dos edifícios da universidade.

O trabalho foi realizado em 1983, quando esse Tu-124 se aposentou após 20 anos como parte da frota da Aeroflot. O avião foi dado aos estudantes, e sua instalação na lateral do edifício não foi uma tarefa fácil. Foi necessário serrar a fuselagem, soldar a estrutura e verificar aspectos de segurança da construção.

A eletrônica e pneumática, porém, continuaram funcionando normalmente. A cabine tornou-se oficina de treinamento para estudantes do ensino médio e da escola, dos quais alguns vieram a se matricular na universidade. Logo, ficou evidente que a eletrônica digital substituiria completamente os dispositivos mecânicos, e as classes dentro da aeronave foram interrompidas em meados dos anos 1990.

2. Oficina infantil em um Il-18, em Susuman

Esse edifício na rua Sovétskaia é a principal atração da cidadezinha de Susuman, na região de Magadan (9.600 km a leste de Moscou). Nesse local, existe, desde a época soviética, uma oficina para jovens técnicos.

A ideia de unir o nariz de um Iliushin Il-18 ao edifício foi do diretor do seminário, Aleksandr Smirnov. A princípio, as autoridades não concordaram com o experimento arquitetônico, mas, em 1986, finalmente assinaram os documentos necessários, e a fuselagem do avião aposentado foi entregue do aeroporto de Magadan-13 para Susuman. Mas a pergunta que não quer calar é: como transportaram esse objeto monstruoso ao longo de 514 km pela estrada de Kolimá? Essa viagem é um desafio até mesmo para um carro comum. Ainda são realizadas aulas no interior, nas quais jovens aeromodelistas criam suas obras-primas voadoras.

3. Hotel com um An-24B, na região de Lipetsk

Se tiver que dirigir pela rodovia M4, não perca esse hotel, construído em torno de uma aeronave Antonov An-24B. A parte traseira da fuselagem foi incorporada diretamente ao prédio. A aeronave foi fabricada em 1967 e utilizada pela Voronej Airlines e pela Aeroflot até o avião sair de serviço em 1997. Depois, acabou sendo comprado por um empresário local que era fanático por aviação.

4. Café dentro de um An-24, em Perm

Há outro An-24 localizado no parque Mindovski, em Perm (1.400 km a leste de Moscou), onde foi colocado sobre um café de cozinha caucasiana. No primeiro andar, há um salão comum e uma cozinha, e no topo encontra-se o espaço do avião transformado em uma sala VIP com várias cabines separadas.

O avião esteve em operação desde 1967 pelas companhias Aeroflot e Perm Airlines, mas, em 1999, foi destinado à virar sucata. Passou dois anos no aeroporto local antes de ser resgatado e transformado no atual café.

5. Um helicóptero Mi-2 dentro de um restaurante, em Perm

Um autêntico helicóptero polar decora outro restaurante em Perm, o Expeditsia. O Mi-2 está instalado dentro do salão principal, e os assentos da cabine e de passageiros foram preservados. As crianças costumam explorar todo o espaço, já que é possível entrar na cabine e se sentir como um verdadeiro explorador polar.

Confira o Tu-104A que ficou à própria sorte por 30 anos e agora ganhou vida nova graças à cientista Maria Karmanova

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies