Estação de esqui de Sochi promove snowboard de biquíni

Artur Lebedev/TASS
Em meio a temperaturas negativas, montanhas nevadas no sul da Rússia foram inundadas por aventureiros seminus.

Para muitas pessoas, o esqui não é apenas um esporte, mas também uma desculpa para exibir trajes chamativos. No entanto, para outros, oferece também uma chance de impressionar sem fantasia alguma.

Foi exatamente isso que aconteceu durante o festival BoogelWoogel, na estação de esqui Rosa Khutor, em Sochi, entre os dias 29 de março a 1º de abril.

Os espectadores puderam testemunhar centenas de pessoas esquiando em fantasias de carnaval, curtir atividades de inverno e várias modalidades esportivas, incluindo ioga.

Mas, como era de se esperar, a maioria das pessoas se concentrou no esqui de biquíni.

Por sinal, havia muitas almas corajosas dispostas a deslizar com tudo pelas encostas das montanhas nevadas – vestindo quase nada.

Cerca de 1.800 pessoas participaram do evento incomum neste ano, o que indica um aumento na faixa de 800 pessoas desde a edição de 2017.

“BoogelWoogel: deixe todas as suas dúvidas e complexos para trás! Existem apenas montanhas, sol, neve e uma prancha”, diz um dos participantes.

Cair na neve, aliás, faz ​​ parte da diversão.

Se quiser participar de um evento de esqui de biquíni na Rússia, ainda há chance – a estação siberiana de Sheregesh sediará um festival semelhante de 6 a 15 de abril.

Sochi, na costa sul da Rússia, é mais conhecida por ter sediado as Olimpíadas de Inverno de 2014. Mas praticamente todos os pontos turísticos da cidade guardam alguma lenda ou tragédia. Leia mais aqui.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies