9 fatos sobre as curiosas botas de lã russas

O visual moderno da valenki surgiu na região de Níjni Novgorod no século 18.

O visual moderno da valenki surgiu na região de Níjni Novgorod no século 18.

Vladimir Smirnov/TASS
Diz a lenda que elas não só aquecem como têm propriedades curativas.

O que pode ser mais simples que a valenki, a bota de lã russa? Estes tradicionais calçados de inverno há muito tempo são símbolos do país, do mesmo modo que a matryoshka e o samovar. Hoje, as botas feitas de lã são usadas não só em vilarejos como em cidades, e os designers russos criam cada vez mais modelos, com bordados e outros detalhes. Mas você sabia que a valenki pode ser usada como remédio contra a gripe? Conheça nove curiosidades sobre essas famosas botas.

1. A valenki surgiu na Horda Dourada

Historiadores acreditam que o feltro foi inventado por nômades antigos, que usavam o tecido para cobrir suas tendas e fazer chapéus. O feltro de lã chegou à Rússia na época da Horda Dourada, nos séculos 13 e 14. No inverno, os nômades usavam botas de feltro chamadas pimy, que hoje são conhecidas como botas de pele e mais tarde foram transformadas nas valenkis. Hoje, elas são produzidas apenas na Rússia e nos países da Comunidade dos Estados Independentes (CEI).

2. Calçados de inverno caros

Até o século 18, a valenki era feita à mão e produzida apenas na Sibéria e em regiões do norte da Rússia, onde os trabalhos manuais eram duros e levavam muito tempo. O corpo da bota era feito separadamente e então costurado ao solado da bota.

O visual moderno da valenki surgiu na região de Nizhny Novgorod no século 18. Ela era muito cara e, às vezes, as famílias tinham que dividir somente um par. Apenas no século 19 a produção em massa das botas tiveram início, e elas se tornaram os calçados de inverno mais populares do país.

3. Todas as valenkis são iguais

Não há diferença entre o pé esquerdo e o direito das botas. Elas ganham forma quando são usadas, ficando com o formato do pé de seu dono.

Na Rússia, o tamanho da valenki geralmente é especificado em centímetros, mas costuma-se acrescentar dois ou três centímetros ao tamanho, porque a lã irpa encolher. As botas podem durar mais de dez anos, dependendo da frequência de uso.

4. A valenki pode curar

A lã natural de ovelha é capaz de absorver e evaporar a umidade, mantendo-o seco. Portanto, usar a valenki ajuda a tratar os resfriados. A lã também contém lanolina, que alivia dores musculares e reumáticas e ajuda a curar feridas. Antigamente, pessoas idosas que moravam em vilarejos não tiravam suas valenkis nem mesmo no verão, porque acreditava-se que elas melhoravam a circulação sanguínea.

5. A valenki no uniforme olímpico da Rússia

Na cerimônia de abertura dos Jogos de Inverno de 2002, em Salt Lake City, a equipe russa fez uma entrada memorável usando valenkis com galochas.

As botas são usadas hoje como parte do uniforme de inverno de trabalhadores do setor de óleo e gás e de ferrovias.

E, é claro, é impossível imaginar o Papai do Gelo e a Moça da Neve usando outras botas!

6. Os russos praticam o arremesso de valenki

Campeonatos de arremesso de valenki são organizados regularmente nas regiões do norte da Rússia: Arkhangelsk, Syktyvkar and Severodvinsk. Os russos competem no arremesso à distância e no arremesso ao alvo.

7. Recordes mundiais

A maior valenki registrada no Livro dos Recordes da Rússia possuía 168 centímetros de altura e um pé de 110 centímetros. Ela foi feita na cidade de Kineshma, na Rússia central. A menor valenki já feita vem da mesma cidade e tem apenas 6 milímetros.

Há museus dedicados à valenki nas cidades de Moscou, Kineshma e Myshkin, onde é possível ver vários tipos de calçados de inverno tradicionais russos.

8. Encontrando seu destino

Calçados de inverno da Rússia eram muito usados para prever o futuro. Por exemplo, durante o svyatki, período que vai da véspera do Natal ortodoxo à Epifania, jovens mulheres tinham a tradição de jogar valenkis sobre uma cerca. Dependendo de onde suas botas caíam, as jovens podiam fazer previsões sobre seus futuros casamentos. Se a bota apontava para sua casa, por exemplo, então a garota não deveria esperar um casamento para o próximo ano. Mas se a bota apontava na direção oposta, a família deveria se preparar para uma alegre comemoração.

Outro costume dizia que a valenki devia ser levada para a nova casa quando uma família se mudava, porque acreditava-se que fadas viviam dentro das botas.

9. Cores tradicionais sempre na moda

As valenki geralmente são feitas com lã marrom, preta, cinza e branca. Para fazê-las durar mais, devem ser cobertas por galochas. Designers modernos da Rússia criaram valenkis com solas de borracha que não escorregam no gelo. Não é preciso procurar muito para ter um par, pois eles são vendidos praticamente em todos os lugares.

Para completar o típico visual de inverno da Rússia, tente usar o chapéu uchanka. Deixe seus comentários na seção abaixo.  

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais