Cinco esportes para um inverno eletrizante na Rússia

zorbing

zorbing

Lori / Legion-Media
Deslizar sobre o gelo em um trenó puxado por cães é uma das opções.

A Gazeta Russa selecionou cinco esportes de inverno para uma temporada eletrizante no país:

Zorbing de inverno

Quem deseja testar os próprios limites deve experimentar o zorbing. Rolar montanha abaixo dentro de uma bola transparente é divertido em qualquer época do ano, mas, na Rússia, essa atividade maluca está intrinsecamente associada ao inverno.

Se jogar bolas de neve ou patinar no gelo não despertam mais sua atenção, talvez seja hora de experimentar cambalhotas dentro de uma bola gigante.

No inverno, pode-se encontrar ladeiras para prática de zorbing em muitos parques de Moscou. A aventura também pode ser experimentada em duplas.

Escolha da Gazeta Russa para praticar o zorbing: Moscou, trilha de zorbing do parque Fili, na rua Bolchaia Filevskaia, 22.

Snowkitting

Snowkiting Foto: Alamy / Legion-MediaEsporte consiste em deslizar com uma prancha sobre neve ou gelo. Foto: Alamy / Legion-Media

O snowkitting é a alternativa de inverno do kitesurf, esporte em que o praticante usa uma estrutura inflável flutuante presa à cintura e uma prancha para apoio dos pés sobre a água. No snowkitting, porém, a água é substituída por neve ou gelo.

Apesar de ter nascido nos Alpes alemães, graças ao parapentista Dieter Strasilia, o snowkitting também conquistou popularidade nas planícies russas.

É praticado nas maiores cidades do país, Moscou e São Petersburgo, em cidades ao longo do rio Volga e na Sibéria. As represas de águas congeladas são especialmente populares entre os esportistas russos.

Na Rússia, o campeonato anual de snowkitting acontece próximo à cidade de Toliatti (900 km a sudeste de Moscou), na enorme represa de Kuibichevski, no Volga.

Mas os esportistas amadores podem escolher praticamente qualquer local da Rússia: há estações de turismo para a prática de snowkitting no Extremo Leste, no Cáucaso e no Círculo Polar.

Escolha da Gazeta Russa para praticar o snowkitting: Festival Jigmore, na cidade de Toliatti, às margens do Volga.

Passeio de trenó puxado por cães

Riding a dog Foto: Alamy / Legion-MediaConduzir um trenó puxado por cães é esporte que pode ser praticado nos arredores de Moscou na atualidade. Foto: Alamy / Legion-Media

Os povos do Norte da Rússia há muito usam cães para conduzir seus trenós.

Hoje em dia, porém, o turista não precisa ir à Tchukotka ou a Taimir para deslizar por bosques cobertos de neve na companhia de belezuras do mundo canino, já que a diversão é oferecida também em centros de adestramento de cães na região de Moscou.

Ali, são criados animais das raças laikahusky siberiano e malamute do Alasca.

Para quem prefere assistir a corridas de profissionais, o melhor é visitar a região de Kostromá (338 km a nordeste de Moscou), onde, no final de fevereiro, é realizada a prova internacional “Esperança do Norte” (em russo, "Sévernaia Nadejda").

Escolha da Gazeta Russa para praticar o dog sledding: Corrida Internacional de Dog Sledding, na região de Kostromá.

Mergulho sob o gelo

Baikal, the world's largest freshwater lake turns into an ice kingdom in winter. Foto: ANDREY NEKRASOVO Baikal é um dos maiores reservatórios de água doce do planeta. Foto: Andrey Nekrasov

Ao entrar nas águas cristalinas do lago Baikal, o turista não encontra flora e fauna tão variadas quanto nos mares tropicais. No entanto, a maior reserva de água doce do planeta tem outros encantos.

Muitos mergulhadores procuram o Baikal no inverno: a lisa cobertura de gelo proporciona efeitos óticos de cair o queixo.

A melhor época para o mergulho são os meses de fevereiro e março, quando a camada de gelo é tão sólida que sustenta o peso de um automóvel no meio do lago.

A espessura do gelo pode chegar a um metro, mas ele continua inteiramente transparente.

O turista que tem a sorte de encontrar a rara foca do Baikal ficará ainda mais deslumbrado.

Escolha da Gazeta Russa para praticar o mergulho no Baikal: Listvianka, a 70 km de Irkutsk (5.200 km a leste de Moscou).

Hóquei com bola

Bandy Foto: Alamy / Legion-MediaModalidade é a versão russa do esporte. Foto: Alamy / Legion-Media

O hóquei praticado com disco, que é a modalidade mais disseminada mundo afora, é intitulado de “hóquei canadense” na Rússia.

Já a modalidade “russa”, menos popular no exterior, é o hóquei com bola e taco recurvado, praticado em uma superfície do tamanho de um campo de futebol, com frequência ao ar livre, inclusive no mais rigoroso inverno.

Ultimamente, os atletas profissionais dessa modalidade têm se deslocado cada vez mais para quadras cobertas, o que faz leva o esporte a perder seu encanto, de acordo com alguns.

Torcedores mais antigos lembram-se, por exemplo, do Campeonato Mundial de 1999, em Arkhánguelsk, quando um frio de 30 graus negativos soprava no campo durante os jogos.

O hóquei amador com bola tem sido praticado em cidades da Sibéria e do Extremo Leste: em Kraisnoiarsk e Khabarovsk, o turista pode encontrar muitas quadras para praticar.

Escolha da Gazeta Russa para praticar o hóquei com bola: Arena de Erofei, em Khabarovsk. 

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.