Surpresa na Rússia: 5 coisas que Schwarzenegger adorou em Moscou

Em 1996, Schwarzenegger esteve em Moscou para inaugurar um restaurante Planet Hollywood

Em 1996, Schwarzenegger esteve em Moscou para inaugurar um restaurante Planet Hollywood

Getty Images
O ator norte-americano Arnold Schwarzenegger visitou a Rússia várias vezes por motivos diferentes nas últimas décadas – seja como turista, astro de cinema, empresário e até mesmo político. O que mais o impressionou durante essas viagens, e como ele superou o medo da Rússia para começar a realmente apreciá-la?

Redescoberta de Moscou

Schwarzenegger já confessou ter ficado surpreso ao redescobrir a Rússia e que se apaixonou pelo país durante uma visita em 1988. O ator chegou a Moscou no auge da perestroika de Gorbatchov para interpretar o policial soviético Ivan Danko no filme “Inferno Vermelho”. Mas, antes mesmo da visita, sua opinião sobre a Rússia e a URSS já havia sofrido uma “evolução peculiar”, já que sua percepção e medo em relação ao país eram fruto da infância na Áustria no período pós-guerra.

“Meu pai lutou nas fileiras do Exército alemão contra a Rússia. Ele se feriu em Stalingrado... Quando eu tinha cinco anos, e estávamos nos mudando para Viena, tivemos que passar por um ponto de controle russo, porque parte da Áustria estava ocupada. Era muito assustador. Tínhamos sempre uma imagem assustadora na cabeça, e temíamos que eles nos jogariam para fora do carro e nos enviariam para a Rússia...”

Schwarzenegger já havia visitado a URSS como turista, mas tudo mudou em 1988. Moscou acabou se mostrando “inesquecível” para Schwarzenegger. “Era meio do inverno. Estava nevando e muito bonito. As pessoas no set eram muito trabalhadoras. A Rússia ressurgiu para mim com uma nova luz”, declarou o ator.

A cidade fascinou Schwarzenegger mais uma vez em meados da década de 1990, quando ele estava na capital russa para abrir uma filial da rede Planet Hollywood. Na ocasião, o então prefeito da cidade Iúri Lujkov foi seu guia local. “Às 2 da manhã, atravessamos a cidade toda. Ele me mostrou diferentes igrejas e atrações turísticas.”

Grande popularidade

Em 1988, Schwarzenegger não esperava se tornar tão famoso na URSS. Embora a perestroika já ganhasse impulso, a Guerra Fria ainda era palpável. O ator dizia a jornalistas americanos que nunca imaginara “a magnitude de seu sucesso” na URSS.

“Quando estava lá, fiquei espantado ao ver tantas crianças na frente do hotel onde fiquei hospedado ou na Praça Vermelha, onde estávamos filmando”, disse Schwarzenegger. As autoridades soviéticas proibiram os filmes de Hollywood com ele de serem exibidos nos cinemas do país. Mas, segundo o próprio astro, “um oficial soviético que estava conosco o tempo todo explicou que as minhas fitas de vídeo são as mais quentes no mercado negro em Moscou e em toda a União Soviética”.

Ator na Praça Vermelha durante filmagens de

Convidado a ser prefeito

Schwarzenegger ficou muito surpreso quando, em 2010, o então presidente russo Dmítri Medvedev propôs que o ator concorresse à Prefeitura da capital russa. O cargo estava vazio depois que o prefeito de longa data Iúri Lujkov – que já havia sido “guia” – tinha relutantemente largado a posição após ser demitido por Medvedev.

“Se você fosse cidadão russo, você poderia vir trabalhar para nós”, disse Medvedev a Schwarzenegger em uma reunião. Segundo boatos, o ator respondeu com silêncio.

A oferta não parecia totalmente fora de propósito, já que, na ocasião, Schwarzenegger estava na Rússia não como ator ou empresário, mas como governador da Califórnia.

Em 2010, referindo-se ao período em que o “Inferno Vermelho” foi lançado, ele afirmou que jamais pensou “voltar como governador”. No entanto, depois de terminar o mandato na Califórnia pouco depois, ele voltou para Hollywood em vez de Moscou.

Carona com o presidente

Schwarzenegger não só conheceu Medvedev, mas o presidente russo também deu uma de motorista para o astro norte-americano. “Até mesmo Arnold Schwarzenegger dificilmente sonharia com um motorista desses”, descreveu então a mídia russa.

Medvedev e Schwarzenegger a bordo de limusine soviética Chaika

Medvedev o conduziu em uma limusine soviética Chaika, que apenas altos funcionários na URSS usavam. “Senhor Presidente, você é um motorista muito bom”, tuitou, mais tarde, Schwarzenegger sobre as habilidades de Medvedev na direção.

Uma cachoeira inovadora

Medvedev usou a limusine soviética para levar o ator-governador a Skôlkovo, uma espécie de “Vale do Silício” russo. No complexo, os dois participaram de uma reunião dedicada à cooperação norte-americano-russa na esfera tecnológica, mas, de acordo com informações da imprensa, o que mais interessou Schwarzenegger durante sua tour pelas instalações foi uma cachoeira artificial. A água caia de tal forma que ia criando palavras e logotipos. “Como vocês fizeram isso”, questionou Schwarzenegger algumas vezes diante da explicação pouco elucidativa dada ao ator.

Veja aqui 10 celebridades internacionais que já circularam pela Praça Vermelha.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais