6 dicas de sobrevivência nos mercadões russos

Agência Moskva
Embora mercados e praças de alimentação na Rússia possam parecer confusos e até assustadores, saiba como tirar o melhor proveito dessas delícias de atração.

A Rússia – em especial, Moscou – possui vários mercados de comida onde se serve grande variedade de culinária local e estrangeira, além de serem ponto de encontro entre amigos. Conheça algumas artimanhas e frases úteis para se virar melhor.

  1. Faça amizade com o vendedor

Se você visitar o mesmo mercado mais de uma vez, tente fazer amizade com os vendedores e, talvez, você consiga obter algum desconto. “É melhor comprar do mesmo vendedor e criar contato com ele”, aconselha a moscovita Daria Sokolova.

Esses vendedores amigos ​​costumam dar dicas sobre onde comprar os melhores produtos e até mesmo guardar alguns dos seus melhores produtos apenas você. Esse tipo de amizade é comum entre muitos compradores e vendedores locais.

Também pergunte aos locais sobre os melhores lugares onde comprar produtos específicos. Em Moscou, por exemplo, recomenda-se a compra de carne no mercado Dorogomilovsky (estação de metrô Kievskaya), frutas e vegetais excelentes no mercado Moskovoretsky (estação de metrô Nakhimovsky Prospekt) e os frutos do mar mais frescos no mercado Cheryomushinski (estação Akademicheskaya).

Frases úteis: “Vi mogli bi posovétovat, gde lutchche kupit miasso/óvoschi/frúkti?” (“Você poderia recomendar onde é melhor comprar carne/legumes/frutas?”); “Po kakim dniám u vas zavoz?” (“Quando você recebe alimentos frescos?").\\

  1. Sempre cheque o preço

“Confie, mas cheque” é um famoso dizer russo. Os preços baixos podem ser tentadores, mas pergunte-se por que eles estão tão baixos. Pode haver algo errado. 

Checar os preços é essencial antes de fazer o pagamento

Não fique com vergonha de levar suas próprias balanças ao mercado. Em algumas lojas e supermercados russos, você precisará procurar o chamado “verificador de peso” (“Kontrolnye vesy”, em russo) que irá pesar e calcular tudo para você.

Frases úteis: “Skolko eto stóit?” (“Quanto custa isso?”); “Eto za odin kilográm?” (“Isso [esse valor] é por quilo?”).

  1. Escolha e embale você mesmo

Os mercadões são bons porque os alimentos são vendidos por peso; assim, é possível comprar pequenas quantidades de especiarias raras que geralmente vêm em embalagens grandes. Frutas secas, ervas, frutas e vegetais frescas podem (e devem) ser selecionados pelo próprio comprador.

Frases úteis: “Mogu iá víbrat iábloki sam?” (“Posso escolher as maçãs?”)

  1. Combine o melhor preço

Além dos mercados regulares, muitas cidades organizam mercados de fim de semana e festivos nos quais agricultores locais ou produtores de regiões vizinhas vendem seus alimentos. Em Moscou, há esses tipos de mercado em quase todas as áreas da cidade, mas o maior deles acontece na Prospekt Mira (estação de metrô Prospekt Mira) – lá é possível encontrar produtos bem frescos nesses diretamente do campo. Além disso, você pode tentar barganhar com os vendedores.

Vendedores mais simpáticos podem dar dicas e até desconto

A tradição da barganha na Rússia não é tão comum quanto nos países árabes, por exemplo, mas o vendedor pode fazer um bom desconto quando se compra uma boa quantidade ou na hora da xepa. O principal, em qualquer um dos países, é ser sempre educado e sorrir.

Frases úteis: “Mojno li podechevle?” (“Você poderia fazer mais barato?”); “Eto ótchen dôrogo dliá meniá” (“Isso é muito caro/Esse valor é muito alto para mim”); “U meniá net stolko deneg s soboi” (“Eu não tenho dinheiro suficiente”).

  1. Não saia sem dinheiro vivo

Muitos vendedores menores não aceitam cartões de crédito ou débito, nem outros meios mais modernos de pagamento eletrônico, como Apple Pay. Certifique-se de ter rublos consigo ao sair de casa. E, quando estiver no mercado, fique atento à carteira.

Frases úteis: “Ia mogu zaplatit kártoi/nalítchnimi?” (“Posso pagar com cartão/dinheiro?”); “Sdátchi ne nado, spasibo” (“Pode ficar com o troco, obrigado”).

  1. Experimente tudo que puder

Vários mercados antigos foram reformados e se tornaram lugares da moda, por isso, não tenha receio de visitar a praça de alimentação dos mercados. Um bom exemplo é o mercado Danilovsky (na estação Tulskaya). Os moscovitas costumam reclamar dos preços salgados desse mercado, mas é, sem dúvidas, um dos melhores lugares na capital russa para tomar a sopa vietnamita Pho e comer húmus marroquino.

Depois de reformadas, praças de alimentação começaram a atrair público diversificado

“Esse lugar evoca uma sensação de prazer – estética, energia, sabor”, descreve a frequentadora Ianina Volkova na página do mercado na internet. “A praça de alimentação impressiona por sua variedade: hambúrgueres, ostras, sopas de caranguejo, khinkali, pelmêni, massa, bifes, comida armênia, cipriota, minha comida vietnamita favorita! É um tipo de oásis!”, acrescenta a internauta.

Frases úteis: “Mojno mne sup pho?” (“Você me vê uma sopa Pho?”); “Chto u vas sámoe vkúsnoe?” (“O que você tem de saboroso?”); “Spasibo, bilo ôtchen vkusno!” (“Obrigado, estava incrível!”).

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies