Provérbios russos explicados: "O pescador vê outro pescador de longe"

Kira Lissítskaia (Foto: Legion media)
O que os russos têm a ver com pescaria? E quando eles usam essa frase esquisita?

Os russos são fãs de provérbios e os manipulam com maestria em diferentes situações. Um estrangeiro que queira conhecer a língua como os nativos e entender os russos e a “alma russa”, precisa saber pelo menos os provérbios básicos.

Para começar, um dos provérbios mais populares na Rússia é o seguinte:

“Рыбак рыбака видит издалека” [Ribak ribaka vidit izdaleka].

Ele pode ser traduzido ao pé da letra como “O pescador vê o [outro] pescador de longe”.

Este provérbio significa, basicamente, que “os iguais se atraem” (sim, os iguais, e não os opostos).

Em russo, porém, a frase é frequentemente usada com sentido negativo — algo equivalente a “são farinha do mesmo saco” e “uma maçã podre estraga o cesto” —, já que a ideia aqui é a de que “os tolos pensam da mesma forma”.

O que há de errado com o provérbio

Os russos normalmente falam só um pedaço da frase: “ribak ribaka” (“ribak” significa “pescador”, como você já deve ter adivinhado). Este é um código cultural, praticamente uma piada interna entre os russos. Ao mesmo tempo, “ribak ribaka” é uma frase popular entre os pescadores de verdade e existe um jornal e uma loja on-line com este nome.

O provérbio original, aliás, era muito mais longo: “Рыбак рыбака видит издалека, потому и стороной обходит” (Ribák ribáka vídit izdaleká, poêtomu i storonôi obkhôdit). Em português: “O pescador vê o [outro] pescador de longe, e por isso o evita [ou vai para o outro lado]”.

Isso faz todo o sentido no mundo da pescaria, onde os pescadores ficam sempre longe uns dos outros para não assustar os peixes. E não é por acaso que os pescadores contemporâneos parodiaram o provérbio: “Um pescador sempre odeia outro pescador de longe”.

Assim, o provérbio moderno “O pescador vê o [outro] pescador de longe” tem um sentido diferente e mais profundo do que parece à primeira vista. O que nos leva a pensar no ocidental “grandes mentes pensam igual” de outra forma: talvez essas mentes devessem manter distância!

LEIA TAMBÉM: 5 aforismos que são atribuídos erroneamente a russos famosos

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies