Banco do Brics oferecerá empréstimos a empresas metalúrgicas e de telecomunicações russas

Konstantin Kokoshkin/Global Look Press
Organização financeira já investiu mais de US$ 3 bilhões em 10 projetos russos desde 2014.

O Novo Banco de Desenvolvimento do Brics (NBD) está estudando a possibilidade de oferecer novos empréstimos a empresas russas de metalurgia e telecomunicações até o final deste ano, declarou à agência de notícias Tass o vice-presidente do banco, Vladímir Kazbekov.

"O banco está trabalhando ativamente em novos projetos de investimento na Rússia, tanto soberanos como não soberanos. Esperamos fornecer linhas de crédito a outras instituições financeiras internacionais para implementar projetos na Rússia até o final do ano, bem como fornecer empréstimos não soberanos a grandes mutuários corporativos russos. Em particular, trabalhamos com empresas metalúrgicas e de telecomunicações", disse Kazbekov à Tass.

Anteriormente, a assessoria de imprensa do banco já havia anunciado a aprovação de um empréstimo de US$ 239 milhões para apoiar o desenvolvimento de pequenas cidades na Rússia de importância histórica.

Durante todo o período de sua atividade, O NBD já injetou mais de US$ 3 bilhões em 10 projetos na Rússia.

O Novo Banco de Desenvolvimento foi formado em 2014 pelas grandes potências econômicas emergentes do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) com o objetivo de aumentar o potencial de investimentos nos países-membros, principalmente por meio de projetos de infraestrutura e energia limpa.

LEIA TAMBÉM: Dólar sai do comércio entre os Brics

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies