Rússia emitirá títulos da dívida pública com seguro

Vostock-Photo
Segundo o Ministério das Finanças da Rússia, os papéis não poderão ser afetados por restrições financeiras.

A Rússia emitirá nos próximos meses US$ 3 bilhões (R$ 9,9 bilhões) em eurobonds, os títulos da dívida pública europeia. Os papéis têm vencimento em 11 anos.

Geralmente, o país entra no mercado de eurobonds no segundo trimestre.

Neste ano, como explicam economistas, a emissão russa será realizada mais cedo para não perder a demanda e excluir riscos relacionados a uma possível deterioração das relações entre a Rússia e os países ocidentais.

Segundo a agência de notícias Rambler Finance, os títulos serão únicos, pois os investidores poderão receber os pagamentos em rublos, em vez de dólares norte-americanos.

A conversão será realizada pelo Depositário Nacional de Liquidação.

O Ministério das Finanças declarou que, caso os pagamentos sejam impossibilitados por sanções ou restrições financeiras, os investidores poderão receber em euros, libras esterlinas, francos suíços ou rublos.

O governo adverte, porém, que há riscos cambiais na operação, já que a conversão será realizada pelo Depositário, que, provavelmente, não escolherá a mais rentável para os donos dos papéis.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais