O metrô de Moscou em pinturas de tirar o fôlego (FOTOS)

Алена Дергилёва; Екатерина Корнилова, частное собрание; Семен Агроскин
O metrô de Moscou não é simplesmente um meio de transporte, mas um mundo subterrâneo completo, com vida própria, lendas e segredos e, claro, uma arquitetura incrível nas estações, graças à qual elas são consideradas verdadeiros museus.

Aleksandr Labas. “No metrô”, 1935.

Grigóri Chegal. “Na escada rolante”, 1941.

Natália Nésterova. “Metrô”, 1980.

Serguêi Tchesnokov-Ladijévski. “Metrô”, 1985.

Vladímir Iankilévski. “Tríptico n° 14. Autorretrato (Em memória do pai)”,1987.

Alissa Zarjévskaia. “Metrô”, 2005-2008.

 Aleksandr Vikhrov. “Metrô”, 2010.

Vladímir Maniúkhin. “Metrô”, 2010.

Aliôna Derguileva. Da série “Gente do metrô”.

Aliôna Derguileva. Da série de aquarelas “Moscou”.

Vladímir Guerássimov. “Estação do metrô Kropôtinskaia. Inverno”, 2007. 

Semiôn Agróskin. “Não se apoie”, 2018.

Azam Atakhanov. “Artista no metrô”, 2018.

Ekaterina Kornílova. “Funcionária do metrô”, 2018.

Aleksandr Trífonov. “Saída”, 2018.

VEJA TAMBÉM: Por que a URSS construía estações de metrô dentro de edifícios residenciais?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies