10 paisagens mágicas na Rússia (FOTOS)

O povo russo simplesmente ama contemplar o horizonte sem limites de seu vasto território. Os pintores que selecionamos aqui ajudaram a transformar a admiração da natureza em um passatempo nacional.

1. Isaac Levitan. “Sobre da Paz Eterna”, 1894

Levitan é considerado um mestre da paisagem, e este quadro marca o auge de sua criatividade. Nele, vemos o espírito melancólico do artista e o grande senso de eternidade e espaço incorporados na vista à beira do Volga.

  1. Aleksêi Savrasov. “As gralhas voaram”, 1871

É frequente ouvir que Savrasov é o pintor de uma só tela. E isto não é ruim. Apesar da neve em primeiro plano, o céu rosado, as aves migratórias e o início do degelo significam a tão esperada chegada da primavera.

3. Ivan Chíchkin. “Manhã em uma floresta de pinheiros”, 1889

Todo russo conhece esta pintura desde a infância porque ela foi reproduzida na embalagem de um bombom muito popular no país. Aliás, os ursos da imagem não foram pintados por Chíchkin, mas pelo artista Konstantín Savitski. Por alguma razão, no entanto, o colecionador de arte Pável Tretiakov decidiu tirar o segundo pintor da descrição do quadro.

4. Vassíli Polênov. “Oká. Tarde”, 1903

Como no caso de Levitan, é difícil selecionar apenas uma paisagem de Polênov. Ele viajou muito e desenhou na Europa e no Oriente Médio. Mas ele adorava especialmente a paisagem do rio Oká, onde tinha uma casa – que hoje em dia abriga o Museu Polênovo.

  1. Valentín Seróv. “Lagoa em Abrâmtsevo”, 1886

A propriedade do mecenas Sávva Mámontov em Abrâmtsevo foi um refúgio para muitos grandes artistas russos: Iliá Répin, Víktor Vasnetsov, Vassíli Polênov, Konstantín Korôvin etc. Foi lá que Seróv pintou sua famosa tela “garota com pêssegos” – na qual a garota é a filha de Mámontov – e as pitorescas paisagens locais.

  1. Arkhip Kuindji. “Bosque de Bétulas”, 1879

Uma exposição inteira foi organizada para este quadro. Basta olhar para o incrível jogo de luz que é a marca registrada de Kuindji.

7. Konstantín Korôvin. “Inverno”, 1894

Korôvin amava o inverno, e este quadro, apenas um de sua famosa série de inverno, foi comprado imediatamente pela Galeria Tretiakóv. A tela fornece uma ilustração maravilhosa de poema com temática semelhante de Púchkin intitulado “Manhã de inverno”.

8. Konstantín Iuon. “Na província. Torjok. Governo de Tver”, 1914

Discípulo de Seróv, Iuon pintou muitas paisagens em Moscou e em cidades vizinhas. Apesar de pouco conhecida por estrangeiros, Torjok é considerada uma das cidades mais bonitas da Rússia.

9. Nikolai Roerich. “Paisagem da Carélia (Lago Ladoga)”, 1918

Roerich é conhecido principalmente por suas fabulosas paisagens do Himalaia, mas ele também pintou com primor a Mãe Rússia. Por exemplo, o lago Ladoga, no norte do país, que é retratado aqui no característico estilo "oriental" do artista.

10. Kuzmá Petróv-Vodkin. “Meio-dia”, 1917

A Revolução Russa não foi apenas social e política, mas também artística. Os bolcheviques derrubaram o antigo regime e os vanguardistas colocaram abaixo os cânones clássicos da pintura.

LEIA TAMBÉM: 4 pintores daltônicos lendários nas artes russas

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies