Museu Hermitage tem projeto on-line para estudar de graça obras de arte

Henry Romero/Reuters
Com mais de 100 materiais, entre vídeos, galerias de fotos e relatos dos curadores, site oferece imersão pelo museu de São Petersburgo e mostras.

Em meio à pandemia, viajar se tornou praticamente impossível. Mas que tal visitar o Hermitage sem sequer sair de casa? Pouca gente sabe, mas o famoso museu de São Petersburgo oferece acesso gratuito a mais de 100 materiais gratuitos dedicados à história da arte.

O conteúdo, que faz parte do projeto educacional on-line “Academia Hermitage”, está agrupado em dez categorias, como “Arte da Itália”, “Os cômodos da residência imperial”, “O mundo dos citas”, “A história do Hermitage, seus edifícios e coleções”, “A arte de Flandres”, “Na corte dos imperadores russos” e “A guarda imperial russa”, entre outras.

Por meio de vídeos, galerias de fotos e relatos de especialistas e curadores, os usuários são levados a uma jornada para descobrir o museu e suas exposições. 

O conteúdo pode ser pesquisado por tema, período ou palavra-chave. De acordo com os responsáveis, a coleção da Academia é atualizada mensalmente.

LEIA TAMBÉM: 7 motivos que colocam o Hermitage no topo dos museus 

8 anos de Hermitage na veia

Com vista para as margens do rio Nevá, no centro de São Petersburgo, o Museu Hermitage abriga uma das mais importantes coleções de arte do mundo. Originalmente, o edifício fazia parte do palácio que abrigou a família imperial por dois séculos, até o início da Revolução de 1917.

A coleção do museu conta com cerca de três milhões de objetos de arte de diferentes épocas, expostos em 350 salas.

Caso um visitante admirasse cada obra ou pintura por apenas um minuto, essa viagem pelo mundo da arte duraria quase 8 anos.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies