10 tesouros da dinastia Ming para ver no Kremlin de Moscou

Peças de porcelana antigas, móveis de madeira nobre trabalhada e estátuas de marfim compõem mostra em cartaz no centro da capital.

Várias figuras do Exército de Terracota de Qin Shi Huang, o primeiro imperador da China, foram expostas em Moscou há cerca de dez anos. Agora, é a vez do legado de seu sucessor, a Dinastia Ming (de 1368 a 1644), ser exibido na capital russa.

Na exposição de obras-primas de artesanato imperial do Museu de Xangai, que será aberta no Kremlin em 17 abril, tem como destaque um conjunto de 66 peças de porcelana da guarda cerimonial achadas no túmulo de membros da família imperial.

“Todas as peças serão exibidas pela primeira vez na Rússia, e os espectadores poderão se familiarizar com estilos de arte diferentes e sentir o charme da época”, diz Elena Gagárina, diretora-geral dos Museus do Kremlin de Moscou. 

Confira abaixo dez dos itens mais interessantes que farão parte da mostra:

1. Caixa com tampa

Dinastia Ming (1368–1644), Madeira.

2. Estatueta “Mulher com bebê”

Dinastia Ming (1368–1644), Marfim.

3. Jarro para acrescentar água ao tinteiro

Dinastia Ming (1368–1644) / Jade.

4. Braseiro

Dinastia Ming (1368–1644),Cobre.

5. Jarro em formato de fênix

Dinastia Ming (1368–1644), Bronze. 

6. Conjunto de estatuetas da guarda cerimonial

Dinastia Ming (1368–1644), Cerâmica.

7. Pingente para manto cerimonial

Dinastia Ming (1368–1644), Prata.

8. Grampo Fenxin

Dinastia Ming (1368–1644), Ouro.

9. Rede de cabelo

Dinastia Ming (1368–1644) , Prata.

10. Flores e Pássaros

Dinastia Qing (1644-1912), período do imperador Qianlong (1736–1795) / Seda estampada; tecelagem, bordado.

A exposição “Dinastia Ming: O Esplendor do Conhecimento” ficará em cartaz nos Museus do Kremlin de Moscou de 17 de abril a 25 de julho.

Conheça outras atrações na Praça Vermelha muito além do Mausoléu de Lênin e da Catedral de São Basílio.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais