Antiga cervejaria será transformada em prédio ‘flutuante’ em Moscou

Edifício com apartamentos supermodernos vai ser instalado a 32 metros do solo. Espaço da fábrica ganhará bares, lojas e restaurantes.

O escritório de arquitetura suíça Herzog & de Meuron apresentou recentemente um novo projeto para modernizar a paisagem da capital russa.

A ideia dos arquitetos é transformar uma antiga cervejaria em um condomínio residencial de luxo na marginal Tarasa Shevchenko, à beira do rio Moscou. 

O projeto prevê que o prédio fique suspenso colunas de 35 metros de altura, colocadas sobre fundações especiais, com estacionamento e serviços no andar térreo.

“Nosso prédio não ‘voa’, apenas se ergue do chão sobre pilares finos e está conectado ao parque ao nos arredores, como uma casa na árvore conectada ao solo pelo tronco”, lê-se no documento de apresentação do projeto.

O espaço da cervejaria ganhará restaurantes, bares e lojas. Além disso, partes do complexo que não têm valor histórico serão demolidas para dar origem a um parque.

Os arquitetos, entretanto, hesitam em chamar o edifício de “arranha-céu horizontal” – um estilo icônico que define a arquitetura de vanguarda russa –, mesmo porque não há outros prédios elevados a tal altura em Moscou.

Este será o primeiro projeto em Moscou do Herzog & de Meuron, que já ganhou um Prêmio Pritzker pela concepção da Tate Gallery, em Londres.

No últimos 20 anos, vários nomes da arquitetura mundial têm se mantido ocupados na Rússia. Confira 10 construções de destaque projetadas por ícones estrangeiros

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais