Mais de 33 mil moscovitas participarão de testes de vacina contra coronavírus

Cadu Rolim/Keystone Press Agency/Global Look Press
Sputnik V está na terceira e última fase de testes, mas já foi registrada pelo Ministério da Saúde da Rússia.

Na quarta-feira passada (9), as autoridades médicas de Moscou iniciaram na capital uma vacinação que integra a terceira fase de testes clínicos da nova vacina russa contra o coronavírus Sputnik V.

Segundo a vice-prefeita de Moscou, responsável pelas questões de desenvolvimento social, Anastassía Rákova, mais de 35 mil moscovitas já se candidataram para participar da terceira fase de testes da vacina.

"Como parte dos testes após o registro, iniciou-se a vacinação dos cidadãos contra a nova infecção por coronavírus. Os primeiros voluntários já foram vacinados nas instalações médicas da capital", anunciou Rákova.

A vacinação será realizada em duas etapas: no início, os voluntários receberão a primeira dose da vacina e, em 21 dias, a segunda. A composição dos ingredientes ativos difere em cada uma das etapas de testes e se destina a fortalecer a resposta imunológica dos pacientes.

No total, o governo de Moscou espera atrair pelo menos 40 mil voluntários para a fase final de testes. A vacinação é gratuita.

A Sputnik V, é a primeira vacina contra o coronavírus registrada no mundo. Desenvolvida pelo Instituto Gamaleia, a vacina usa um vírus portador que entrega o gene do coronavírus nas células, onde se desencadeia uma resposta imunológica.

LEIA TAMBÉM: Bahia distribuirá vacina russa contra coronavírus

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies