México receberá 32 milhões de doses da vacina russa

Viktor Lissítsin/Global Look Press
Mais de 65% da população confia no imunizante Sputnik V. Volume de importação permitirá que um quarto dos mexicanos seja vacinado.

A empresa farmacêutica Landsteiner Scientific assinou um acordo com o Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF), que financiou a criação da vacina, para compra de 32 milhões de doses da vacina russa Sputnik V.

O fornecimento, que deve ser iniciado em novembro de 2020, permitirá que o governo mexicano vacine até 25% da população nacional.

De acordo com o diretor-geral da RDIF, Kirill Dmitriev, a decisão da Landsteiner Scientific de comprar a vacina desenvolvida na Rússia se deve ao fato de o México “compreender suas vantagens sobre outras vacinas candidatas”.

“Sessenta e seis por cento dos mexicanos expressaram confiança na vacina russa, segundo pesquisas realizadas no país”, acrescentou Dmitriev, citado pelo jornal RBC.

O RDIF explicou, porém, que o fornecimento de vacina para o México dependerá da aprovação dos órgãos reguladores do país. Dmitriev não confirmou onde será a produção da vacina, limitando-se a citar “parceiros internacionais” na fabricação.

No início de agosto, o presidente russo Vladimir Putin, anunciou que a primeira vacina do mundo para o novo coronavírus, desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia de Gamaleya, havia sido patenteada.

LEIA TAMBÉM: O que sabemos sobre a vacina Sputnik V conforme publicado no “The Lancet”

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies