Exército russo recebe primeiro lote de sistemas antiaéreos S-350

Vitaly V. Kuzmin/www.vitalykuzmin.net
Apelidado de Vítiaz, sistema pode destruir mísseis, aeronaves e outros alvos aéreos a baixa altitude e que tiverem conseguido ultrapassar outras barreiras de defesa aérea do país.

O Ministério da Defesa russo recebeu o primeiro lote de sistemas de defesa antiaérea S-350 Vítiaz, de acordo com informações do serviço de imprensa do consórcio militar Almaz-Antéi, que desenvolveu o equipamento.

"A Almaz-Antéi forneceu o primeiro lote de novos sistemas de mísseis antiaéreos de médio alcance S-350 Vítiaz para o Ministério da Defesa", confirmou a agência de notícias russa Tass.

O equipamento militar foi transportado para a região de Ástrakhan para realizar testes finais.

O objetivo do sistema é destruir mísseis e aeronaves que, por algum motivo, não tenham sido eliminados antes por outros sistemas de defesa aérea de maior alcance. Os especialistas militares chamaram o novo complexo de "última fronteira" da defesa antimíssil russa.

A principal característica do S-350 é a possibilidade de interceptar alvos a baixas altitudes: mísseis de cruzeiro que voam para o alvo curvando-se ao redor do terreno e grandes veículos aéreos não tripulados.

Para esses fins, o complexo recebeu um novo míssil de curto alcance guiado por infravermelho térmico, que poderá ser usado junto com os mísseis do complexo maior S-400.

O sistema, que pode ser preparado para combate em 5 minutos, tem o alcance entre 1,5 quilômetro e 60 quilômetros a altitudes entre 10 metros e 30 quilômetros.


O desenvolvimento do Vitiaz foi concluído no primeiro semestre de 2019 e o sistema foi apresentado no Fórum Militar Internacional Exército-2019, realizado nos arredores de Moscou.

LEIA TAMBÉM: Conheça as armas mais exóticas já fabricadas pela Rússia

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies