5 fatos sobre Argo, o monstro-anfíbio soviético de 8 rodas

Egorovs' Auction House
Veículo parece ter saído direto de um filme retrofuturista, mas é absolutamente real. Você consegue adivinhar o que foi feito?

De acordo com um usuário do VK (rede social russa semelhante ao Facebook), o carro foi encontrado em uma garagem antiga que comprou nos arredores da cidade de na cidade de Tcheliabinsk, em 2017. Apelidado de Argo pelo novo proprietário, o carro anfíbio foi parar, em meados de 2019, em uma exibição na Old-Timer Gallery, em Moscou – uma mostra de carros antigos incomuns.

Mas quem o fabricou – e para quê? 

1/ Descendente do GAZ M-20

Este 4X4 anfíbio de 8 rodas foi criado pelo engenheiro Maksim Melnitchenko, que trabalhava na fábrica de tratores de Tcheliabinsk, na década de 1960 (de acordo com fontes variadas, poderia ter sido nos anos 1950). Dizem que Melnitchenko era um caçador ávido e visitava frequentemente as florestas dos Urais. Por isso, teria reunido colegas de trabalho para construir esse carro incomum para viajar à natureza. Este monstro foi baseado na popular plataforma do GAZ M-20 Pobeda. 

2/ Carro anfíbio experimental

O mais interessante nessa construção é seu mecanismo de rotação articulado, como encontrado em tratores (lembre-se, essa coisa foi construída em uma fábrica de tratores). O motor GAZ e a bomba hidráulica estão localizados na seção traseira, e a única porta de acesso interno fica na frente do veículo.

Para circular na água, o Argo é alimentado por um sistema de transmissão hidrostática, e todas as rodas estão equipadas com motores hidráulicos compactos. Possui tração nas 8 rodas e, em cada par, é possível colocar uma lagarta. 

3/ Modelo ultraleve

Argo parece enorme, mas é ilusão. Apesar de medir 4,53 m de comprimento, 1,9 m de largura e 1,49 m de altura, pesa apenas 1,5 tonelada. O carro consiste em duas seções seladas feitas de duralumínio, uma liga de alumínio de alta resistência. As juntas foram projetadas no formato de “brânquias”, dando ao Argo sua aparência steampunk

4/ Projeto nunca finalizado

A impressa russa escreveu, baseando-se em declarações de funcionários da fábrica, que o desenvolvimento do Argo era secreto, e apenas algumas pessoas sabiam. Outros especulam que ninguém na fábrica sabia realmente para qual carro os motores hidráulicos individuais sobre rodas estavam sendo fabricados. Ainda não se sabe por que esse modelo não entrou em produção. 

5/ Preservado por milagre

Aparentemente, os proprietários anteriores da garagem de Tcheliabinsk comprada por Melnitchenko estavam com preguiça de enviá-lo para o ferro-velho. Depois, o Argo mudou de dono várias vezes, até que acabou nas mãos de fãs anônimos de tecnologia e foi visto pela última vez na Old-Timer Gallery. Talvez um dia seja restaurado. 

LEIA TAMBÉM: ‘Porsche para pobre’ e outros carros soviéticos baseados em modelos ocidentais

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies