Caças de combate Su-25 realizam manobras em altitudes ultrabaixas; veja vídeo

Su-25SM3

Vitali Timkiv/Sputnik
Exercícios aconteceram a 25 metros do solo no sul da Rússia.

As tripulações dos caças de apoio e de ataque Su-25SM3 do regimento do Distrito Militar Sul realizaram um treinamento de voos em altitudes ultrabaixas, a 25 metros do solo, segundo a agência de notícias Tass.

“Os voos de treinamento são realizados em pares, em condições meteorológicas adversas e à noite. Esses voos em altitudes ultrabaixas permitem que pilotos aprendam a se mover disfarçados e evitar as defesas antiaéreas do potencial inimigo”, declarou o porta-voz do distrito militar.

Cerca de 100 militares do regimento aéreo e 10 aviões Su-25SM3 participam das manobras.

Como é o Su-25SM3

O Su-25SM3 é a versão modernizada do caça de ataque Su-25, que recebeu novos motores, sistemas de orientação e armamento. Os primeiros aviões desse tipo foram entregues às Forças Aérea russas em 2017.

O avião recebeu o novo sistema de segmentação SVP-24 Gefest, que permite aumentar a precisão das bombas não guiadas.

“Na prática, com esse sistema, as bombas não guiadas se tornam muito mais precisas, e sua eficácia pode ser comparada à das bombas guiadas. Os sistemas SVP-24 podem ser integrados a qualquer Su-25 existente”, diz o analista militar Dmítri Litóvkin.

Além disso, o Su-25SM3 recebeu o sistema ótico-eletrônico SOLT-25, que melhora a  navegação do avião e permite realizar missões em todas as condições climáticas, tanto de dia quanto a noite.

Para ver o infográfico, clique aqui.

“O avião recebeu um sistema de imagem térmica, bem como um localizador de alcance a laser. Esse sistema ótico-eletrônico é capaz de encontrar e seguir alvos (pessoas, veículos blindados, tanques, fortificações etc.) mesmo com nevoeiro ou chuva forte. O piloto só tem que pressionar um botão e o sistema encontra e destrói o alvo automaticamente”, explica Vadim Kozúlin, professor da Academia de Ciências Militares da Rússia.

VEJA TAMBÉM: 5 piruetas incríveis dos Cavaleiros Russos

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies