5 piruetas incríveis dos Cavaleiros Russos; assista a vídeos

Usado nas acrobacias, caça russo Su-27 pode atingir ‎até ‎2.500 km/h

Usado nas acrobacias, caça russo Su-27 pode atingir ‎até ‎2.500 km/h

Serguêi Bobilev/TASS
Única unidade a realizar acrobacias aéreas a bordo de caças Su-27, equipe russa completa 25 anos neste mês de abril. Confira imagens das principais apresentações do grupo.

1. Manobras sincronizadas e cruzadas

Hoje em dia, este tipo de manobra é realizada sobretudo em competições acrobáticas, mas, durante a Segunda Guerra Mundial, era muitas vezes usado pelos pilotos para escapar de perseguições. Para realizar tal acrobacia, o avião deve girar 360 graus ao redor do seu eixo horizontal. 

Fonte: Svetapoln

Os Cavaleiros realizam essa manobra simultaneamente com vários aviões, sendo mais frequente na formação de diamante ou em duplas voando em direções em opostas. Neste caso, a distância entre os caças pode variar de 1 a 3 metros.

2. Giro de Nesterov

Fonte: TheSens2012

Essa manobra, também conhecida como apenas como loop (círculo vertical no ar), recebeu tal nome em homenagem a seu inventor, Piôtr Nesterov, que realizou o primeiro loop há mais de cem anos, em 1913. Atualmente, os Cavaleiros Russos apresentam essa pirueta não só com um avião apenas, mas também em formações de até seis aeronaves.

3. Espelho

Fonte: TheSens2012

Esta manobra é um exemplo não só do trabalho de precisão dos pilotos, mas também de confiança e compreensão entre os membros da equipe. A pirueta é realizada em dupla: uma aeronave voa de ponta cabeça paralelamente à outra, criando a ilusão ótica de um espelho.

4. Sino

Nesta manobra acrobática individual clássica, os pilotos russos “decoram” o show com fumaça.

Fonte: White Night

Originalmente, o Sino era considerado uma manobra na qual o caça se torna invisível a mísseis guiados por radar. Durante o voo, o avião levanta seu nariz até a velocidade zero e, em seguida, despenca, simulando o movimento do balaio de um sino -  e daí o nome da manobra.

5. Anjo Guardião

Fonte: Страж Стражж

Marca registrada dos aviadores russos, os Cavaleiros fizeram o Anjo pela primeira vez em seu 22 aniversário, em 2013. Dentro de seis segundos, quatro caças SU-27 lançaram chamas com perfeita precisão, desenhando um enorme anjo no céu com o rastro de fumaça.

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.