Udav, a pistola que quer ser o centro das atenções nas Forças Armadas russas

Nikita Osetrov
Armamento terá que competir Kalashnikov PL-15 e Strij para se tornar a principal arma do exército e da polícia russa.

A empresa de design industrial TsNIItochmash finalmente mostrou a nova pistola CP-2 Udáv (do russo, “jiboia”), projetada para substituir a desatualizada pistola soviética Makárov.

Hoje, a Makarov (também designada como PM), desenvolvida durante União Soviética em 1948, continua a ser a principal pistola da polícia e dos militares russos.

Já a CP-2 Udav é projetada para usar os cartuchos de calibre de 9x21mm, considerados muito mais potentes que os da Makárov ou da pistola Iaríguin.

Com munições perfuradoras, a Udav tem pode perfurar uma placa blindada de aço de 4 mm a uma distância de 50 metros. Além disso, o PL-15 é capaz de disparar balas subsônicas, desenvolvidas para uso com silenciador, que também têm um poder de penetração maior do que o das Makarov

Segundo a TsNIItochmash, a Udav ainda está em fase desenvolvimento e é classificada como “secreta”. Os testes da arma terminarão em março de 2019.

Os desenvolvedores não divulgaram qual é o sistema automático da pistola, mas, segundo imprensa russa, a arma tem um sistema com tambor oscilante.

LEIA TAMBÉM: A pistola de Kalashnikov que nunca chegou ao Exército Vermelho; veja fotos

A pistola tem gatilho de ação dupla e carregador de 18 balas de calibre de 9 x 21 mm. Os controles da CP-2 são unilaterais, projetados para o atirador destro, enquanto  sua principal concorrente, a Kalashnikov PL-15, pode ser usada tanto por destros, como por canhotos.

O peso da Udav é um pouco maior que o da Makárov (a primeira tem 780 gramas e a segunda, 730), mas a força de recuo é a mesma.

Características de desempenho mais precisas da pistola são secretas e serão anunciadas após o final dos testes, quando o Ministério da Defesa da Rússia começará o processo de escolha de um substituto para a Makárov.

Principal concorrente

No início de outubro, o consócio Kalashnikov, maior fabricante russo de armas de fogo e que exportação sua produção para mais de 30 países, apresentou uma nova versão “compacta” da pistola PL-15.

A PL-15K recebeu alavancas de controle macias e gatilho com sensibilidade variável.

Assim, o gatilho pode ter grande sensibilidade para atiradores profissionais que treinam diariamente ou menor para outros, menos treinados, aumentando a precisão da arma.

O cano da PL-15K, no qual é possível instalar silenciador, tem 120 milímetros, e o comprimento total da pistola é de 207 milímetros. A arma ainda pode ser equipada com mira com colimador, a laser ou lanterna.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies