Por dentro das megaestruturas russas: Fábrica de Helicópteros de Kazan

Por quase 75 anos consecutivos, planta produz modelos Mi-8 e Mi-17.

A cerca de 800 quilômetros de Moscou, 7.000 trabalhadores constroem do zero os maiores helicópteros da história da aviação.

O Mi-8 e sua versão mais moderna, o Mi-17, foram desenvolvidos na década de 1960. Continua sendo um dos helicópteros mais requisitados do mundo.

Atualmente, a fábrica produz sobretudo três modificações do Mi-17: passageiro, transporte e multifuncional. Também produz o helicóptero leve multipropósito Ansat.

VEJA TAMBÉM: Brasil e Peru abrirão centros de manutenção de helicópteros russos neste ano 

A empresa planeja produzir em massa um novo helicóptero de transporte de passageiros – o Mi-38. A produção está prevista para começar em 2015.

Dependendo da configuração e modificação, um helicóptero Mi-17 pode custar de 14,75 milhões a 17,5 milhões de dólares americanos.

Manter uma máquina desse tipo é também um negócio oneroso. Por exemplo, uma hora de voo a bordo de um Mi-17 custa entre US$ 3.000 e US$ 3.500.

Ao longo de sua história, a empresa montou mais de 12.000 helicópteros Mi-4, Mi-8, Mi-14, Mi-17 e Ansat, com entrega para mais de 100 países.

Os helicópteros fabricados em Kazan têm mais de 50 milhões de horas de voo no mundo todo. O Mi-17V-5 abaixo, por exemplo, está programado para voar ao Azerbaijão.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies