Exército russo receberá novo veículo antimina

Vitaly V. Kuzmin
Blindado de 55 toneladas portará a maior metralhadora russa e será o principal meio de romper as defesas inimigas e limpar campos minados.

No início de setembro, o maior fabricante de tanques e monopolista no mercado russo de veículos blindados Uralvagonzavod apresentou um novo veículo universal de engenharia blindado.

Apelidado de “Escorpião” devido a sua aparência agressiva e a um “ferrão” que permitirá remover os escombros, ele combina as funções de três sapadores diferentes: veículo de resgate e manutenção, limpador de rotas para tanques e antiminas.

Uma das principais características do “Escorpião” é sua capacidade de trabalhar sob fogo, remover os escombros e detectar minas em zonas contaminadas radioativamente.

Graças a seu motor de 1.130 cavalos e à blindagem modernizada, o veículo pode transpor obstáculos de madeira ou de pedra. Além disso, o balde da escavadeira, na frente do veículo, pode ser trocado por um martelo hidráulico que pode destruir blocos monolíticos ou por um “ferrão” - um tipo de balde de escavadeira com uma espécie de pinça para remover escombros ou até resgatar pessoas.

"Em batalha, o veículo poderá transpor campos minados com bombas magnéticas, além de cortar e arrancar árvores para construir rotas nas florestas para outros veículos”, disse uma fonte na Uralvagonzavod que não quis ser identificada.

No inverno ou em regiões do norte russo, mais frias, o "Escorpião" será uma máquina indispensável para a construção de estradas, trabalhando mesmo com neve de um metro e meio de altura.

Devido a sua blindagem reforçada, o veículo tem o peso de um tanque, ou seja, cerca de 55 toneladas. Mas, segundo seus projetistas, o peso é uma vantagem que facilita a execução de tarefas de engenharia.

O veículo ainda será equipado com transmissor de rádio operante em modo de mascaramento e garantindo a comunicação com a base a uma distância de até 20 quilômetros.

O “Escorpião” recebe também uma metralhadora de calibre de 12,7 mm. Este calibre é tão grande que as balas podem perfurar tijolos. A arma poderá ser controlada remotamente, ou seja, a tripulação poderá ficar dentro da cápsula blindada do veículo e fazer a pontaria na tela do computador.

A metralhadora capta imagens de maneira moderna, fornecendo canais de imagens térmicas e de televisão, assim como um telêmetro a laser. Isto permite encontrar alvos à noite ou em condições climáticas extremas a uma distância de até 5 quilômetros.

Conhece a Uralvagonzavod? Pois foi ela quem guiou a URSS à vitória. Descubra mais aqui!

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies