O que está por trás dessas estruturas gigantes abandonadas por toda a Rússia?

@li.n.a.r.a
Antes armazenavam grãos, mas hoje essas torres têm outras finalidades.

Para muitos na Rússia, as gigantescas estruturas abandonadas à beira de estradas, em descampados ou ao longo de rios são uma imagem muito familiar.

Situadas em diferentes partes do país, essas estruturas têm algumas coisas em comum: além de gigantescas e estarem desmoronando, costumam ser assustadoras.

Mas em vez de compor o cenário de um novo blockbuster pós-apocalíptico, elas são, na verdade, resquícios da indústria agrícola soviética. Muitos dos elevadores de grãos construídos naquela época sobreviveram até hoje e atraem visitantes, exploradores urbanos e caçadores da estética soviética.

Durante a época da URSS, esses elevadores de grãos eram usados ​​para armazenar grandes volumes de cereais, um dos alimentos mais importantes do então país. 

As estruturas eram cercadas e vigiadas por seguranças paramilitares controlados pelo Estado, e sua localização exata era confidencial.

As pessoas se referiam aos elevadores de grãos como Depósitos da Pátria, uma vez que continham uma reserva estratégica de grãos que alimentaria toda a União, se necessário, em tempos de guerra ou em qualquer outra crise.

Um dos elevadores de grãos mais famosos e visitados da Rússia fica em Iaroslavl.

Essas torres de 30 metros de altura, conhecidas como Elevador de base de cereais nº 61, foram construídas em 1938. Hoje o local está abandonado, e os visitantes que tentaram ver a estrutura por dentro teriam desaparecido para sempre, rezam as lendas locais.

Embora os relatos não sejam verdadeiros, o lugar é assustador.

“Vale a pena caminhar por perto [do elevador de grãos de Iaroslavl] - a visão é apocalíptica. Às vezes [os entornos são tão assustadores] que causam tremores. À noite, acho especialmente assustador”, descreveu um blogueiro que já visitou o local uma vez.

Outro icônico elevador abandonado está localizado em Tcheliábinsk. Marco desde 1916, a estrutura com janelas estilhaçadas permanece até hoje no centro da cidade. Para muitos, é um dos lugares mais assustadores não só de Tcheliábinsk, como de toda a Rússia.

No entanto, nem todos os elevadores de grãos na Rússia estão abandonados. 

Esta estrutura em Kaliningrado não se parece em nada com as abandonadas acima. Erguida em 1924, parece uma casa de pão de gengibre e ainda hoje armazena grãos.

Entre os elevadores abandonados famosos do país está também o de Novorossisk. Não se assemelha às outras torres, mas parece um castelo medieval. O elevador foi construído com tijolos em 1894 e as suas fundações foram instaladas sobre terreno rochoso.

Com 160 metros de comprimento e 30 metros de largura, o elevador de Novorossisk era o segundo maior do mundo depois do de Chicago, nos EUA.

Atualmente, o elevador de tijolos abandonado é cercado por outros modernos que foram construídos ao seu redor. Para um edifício de 127 anos, parece muito bem preservado, em comparação com muitos outros elevadores abandonados espalhados pela Rússia.

Já o elevador de Samara lembra duas latas de cerveja gigantes colocadas lado a lado. Essa estrutura brutalista foi construída na década de 1970, mas agora está abandonada. Às vezes, outdoors cobrem as laterais largas de suas duas “latas”.

Este elevador de grãos de Naberejnie Tchelni é considerado um lugar importante e, por isso, protegido pelo Estado como monumento da arquitetura industrial. Foi construído entre 1913 e 1917.

LEIA TAMBÉM: Como a Rússia se tornou líder mundial na exportação de trigo

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies